logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Uma elaboração linguístico-cognitiva do modelo cultural ‘Sistema Judiciário BrasileiroÂ’. Conceptualização da sentença: - ‘O Judiciário está falidoÂ’- a partir de evidências (atividades cognitivas) descritas em meios de opiniões na internet
Autor(es): Daniel César Franklin Chacon. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 01/03/2024
Palavra-chave elaboração cognitiva, elaboração cognitiva, linguagem e sentido
Resumo

Este ensaio tem como objetivo demonstrar, por meio de uma investigação, que uma elaboração cognitiva pode servir como base para uma conceptualização sobre a prática social. Como os participantes inseridos em um determinado contexto social podem interagir e formar estados mentais que tentam explicar certos modelos culturais? Esta é a principal indagação. Para isto escolhemos o modelo cultural ‘Sistema Judiciário’ no Brasil na perspectiva de dois Modelos Cognitivos Idealizados (MCI). Partindo da sentença linguística – O Sistema judiciário está falido – (SJF)[1] procuramos explorar relatos enunciados em alguns blogs de opinião na internet bem como jornais e revistas on line (15 frases/textos). Por meio destes sítios de informação destacamos evidências linguísticas semelhantes a sentença SJF, nos relatos explorados, que ajudaram a atualizar e contextualizar o modelo cultural em estudo. Destacamos as atividades cognitivas desenhadas em cada uma destas assertivas e sinalizamos para o entendimento sobre os MCI. O primeiro MCI 1 composto por aqueles que são favoráveis a afirmação de que o Sistema Judiciário está falido e o segundo MCI 2 comportando os de opinião contrária ao MCI1. Finalmente discutimos o que foi apresentado como base corpórea da cognição (FERRARI, 2011, p.44), para conceptualização do modelo cultural, nas opiniões, como: emoções, raciocínios, percepção, formação de conceitos e sentimentos. Escolhemos como meios de análise, jornais e revistas on line e alguns blogs de opiniões na internet, e para facilitar a coleta de dados os representamos pelas siglas. Todos os links para as pages são informados nas referências finais.Em seguida pinçamos algumas frases como marcas lingüísticas a fim de colhermos registros compartilhados sobre o campo discursivo opinativo sobre a idéia de que o Judiciário Brasileiro está falido. Estes registros serviram para formar uma base corpórea da cognição onde, segundo (GIBBS, 2006 apud FERRARI, 2011, p. 44):Usamos como referência teórica os livros textos de RODRIGUES, 2010 e FERRARI, 2011, onde eles destacam os estudos de LAKOFF, 1987; FAUCONNIER, 1994, 1997, 2002; LANGACKER, 1987. Estes autores chamam atenção para a importância da Linguística Cognitiva no estudo das noções de Modelos Cognitivos Idealizados (MCIs), da noção de frames usados para descrever certas diferenças no domínio social de uso de uma palavra ou de conjunto de palavras.