logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O conceito de Maré aplicado à linguagem de especialidade da pesca artesanal da comunidade de Baiacu – Vera Cruz, Bahia sob a óptica da Teoria da Metáfora Conceptual
Autor(es): CRISTIANE FERNANDES MOREIRA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave cognição, cognição, metáfora conceitual
Resumo

A proposta deste artigo é pautada em considerações acerca do conceito de Maré provenientes dos pescadores artesanais da comunidade de Baiacu – Vera Cruz, Bahia. Tem como perspectiva a Teoria da Metáfora Conceptual. Caracteriza-se como uma discussão diminuta do que se está desenvolver no projeto de tese sobre “As metáforas da maré”. O objetivo é demonstrar o conceito de Maré, tendo como base o que os pescadores artesanais daquela comunidade compreendem sobre o significado, se este reflete a realidade baseada no mundo objetivista, dissociada do que as pessoas observam e vivenciam, ou se a linguagem reflete estruturas conceptuais baseadas na experiência. Nesse sentido, é um trabalho cujo caráter indicativo, mais sugere, como interesse da autora, que se dirija às condições em que realmente acontecem as coisas do que às coisas mesmas. A metodologia que se utiliza tem como embasamento a categorização por protótipos e o PIM (Processamento de Identificação de Metáforas). Esse procedimento não é um modelo explicativo, mas um lugar de onde se podem olhar os dados e constituí-los teoricamente. 

The proposal of this article is grounded in considerations about the concept of Tide from the artisanal fishermen of Baiacu - Vera Cruz, Bahia community. Its perspective of Conceptual Metaphor Theory. It is characterized as a minor discussion of what is developing in the draft PhD thesis on “The metaphors of the tide." The objective is to demonstrate the concept of Tide based on what the fisherfolk that community understand about the meaning, if this reflects the reality based on objectivist world, separated from the people observe and experience, or if language reflects conceptual structures based on experience. The methodology that is used as the basis for categorization and prototype PIM (Processing Identification of Metaphors).This procedure is not a demonstrative model, but a place where one can look at the data and have made them theoretically. In this sense, is a work whose indicative, but suggests, as the interest of the author, and bound over the conditions under which things actually happen (metaphors) than the same things.