logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Um estudo sobre a contribuição do estágio supervisionado para a formação do professor de espanhol
Autor(es): Natália Curti. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Formação de Professores, Formação de Professores, Teoria/Prática
Resumo

No que se refere à formação inicial de professores, estudos atuais como Silva & Margonari (2005), Alvarez-Ortís (2006), Vieira-Abrahão (2006, 2007) apontam a falta de congruência entre o discurso acadêmico e a prática. De um lado, tem-se o discurso de que os licenciandos devem se preocupar em fazer projetos, refletir sobre sua prática, promover intercâmbios entre disciplinas, trabalhar colaborativa e cooperativamente; e, por outro lado, o que se percebe no cenário nacional atual é a desconexão entre o que é ensinado na universidade (teoria) e o que é feito na prática. São poucos os licenciandos que conseguem ligar teoria à prática, e por isso passam a exercer a profissão escolhida com base em suas crenças, representações sobre o ensino, aprendizagem e figura do professor. O Estágio Supervisionado nos cursos de Licenciatura é uma exigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (nº 9394/96) e, a partir da Resolução CNE/CP2 de 19/02/2002, deve ser desenvolvido a partir do início da segunda metade do curso de Licenciatura. O estágio é necessário à formação profissional a fim de adequar esta formação às necessidades do mercado de trabalho onde o licenciado atuará. Assim, o estágio dá oportunidade de unir a teoria, ensinada na universidade, à prática. Por isso, este estudo tem por objetivo analisar como os estagiários refletem sobre a prática docente; como os estagiários revelam suas crenças sobre ensino e aprendizagem; se a prática realizada durante a regência é coerente com os relatos apresentados na observação; e se os estagiários, durante o Estágio Supervisionado, retomam as teorias relacionadas à Linguística Aplicada e Prática de ensino, estudadas durante a graduação. Para o desenvolvimento deste estudo faremos uma pesquisa de caráter qualitativo-interpretativista (MOITA LOPES, 1994) e documental (se levarmos em conta o tipo de material que será utilizado para coleta de dados [GIL, 2002]), a partir de relatórios dos estágios supervisionados de língua espanhola de universidades públicas e particulares do interior paulista. Esperamos obter através desta pesquisa dados que nos permitam saber se os professores em pré-serviço desenvolvem as competências necessárias para o bom exercício do ofício, ou seja, que consigam ligar a competência teórica, que contribuirá para reflexões futuras, à competência aplicada, e que dessa forma consigam estabelecer conexões entre suas competências implícitas e competências explícitas.