logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Referenciação e multimodalidade: a construção do objeto-de-discurso na articulação entre verbal e não-verbal
Autor(es): Natalia Santos Ciceri de Oliveira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave referenciação, referenciação, objeto-de-discurso
Resumo

Esta comunicação tem como tema central o processo de referenciação em textos de natureza multimodal, ou seja, textos que utilizam mais de um modo semiótico na produção de sentido. Serão apresentadas análises prévias de um trabalho cujo objetivo geral é examinar como o objeto-de-discurso se constrói na articulação entre fotografia que ilustra pessoas públicas, legenda e notícia interna na Folha de S. Paulo, buscando explicar como a pessoa pública pode ser representada nesse jornal. Os textos analisados apresentam o seguinte layout, mais ou menos recorrente: abaixo da fotografia que ilustra os indivíduos envolvidos no fato noticiado, têm-se uma legenda formada por um título em caixa alta e um breve texto fazendo referência à fotografia. Ainda na primeira página, é possível a presença de um texto com título, adiantando o conteúdo da notícia interna. Essa chamada encaminha o leitor para a notícia que se localiza em algum caderno do suporte e que, em geral, pode vir acompanhada por outra foto e um novo título. Tanto a chamada quanto a notícia interna são relevantes para este trabalho, visto que se considera a construção do referente na progressão textual, ou seja, interessa como o objeto-de-discurso é (re)construído, levando em conta a sucessão da primeira página para a página interna. Tais análises são fundamentadas na Linguística Textual, de orientação sociocognitiva-interacional, que toma a referenciação como atividade discursiva, situada nas práticas dos sujeitos e construída num contexto interacional específico, e na Gramática do Design Visual (KRESS; VAN LEEUWEN, 2006), cuja proposta, aliada à Semiótica Social, apresenta um modelo de descrição e levantamento dos sentidos construídos em textos de modalidades diferentes. A relevância e hipótese que guia este trabalho está em reconhecer que, além do verbal, o não-verbal também participa da construção progressiva de um referente, admitindo que, assim como as estratégias de referenciação que emergem do texto escrito, a fotografia é produto de escolhas e contribui para a (re)construção do objeto-de-discurso enriquecendo-o com novos aspectos e propriedades. (Apoio: Capes – Processo: 33004153069M-5)