logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Recursos educacionais abertos - formulação e efeitos
Autor(es): IASMYN DA COSTA BRECCIANI. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave análise do discurso, análise do discurso, autoria
Resumo

Em uma perspectiva discursiva, inscrita na filiação teórica da Análise de Discurso que tem como referências Pêcheux e Orlandi, foram analisados os discursos que circulam em repositórios brasileiros com Recursos Educacionais Abertos. O corpus desta pesquisa é composto por 14 repositórios/projetos brasileiros com recursos educacionais abertos, bem como 06 repositórios/projetos brasileiros que não possuem licenciamento aberto unificado. Algumas questões centrais que mobilizaram as análises foram: quais os princípios que sustentam a criação de recursos educacionais abertos? Os recursos educacionais, disponibilizados nos repositórios que constituem nosso corpus, apresentam uma perspectiva disciplinar ou interdisciplinar e quais as consequências para o processo de construção de saberes? Quais são as áreas de saber com maior número de recursos e quais os efeitos de sentido dessa quantidade? Quais os efeitos da diagramação dos repositórios? Quem são os autores dos recursos e em quais instâncias sociais se inserem? Os textos-documentos vêm sendo tratados como discursos que são partes de processos discursivos mais abrangentes. Assim, a partir da observação e análise do corpus, temos como resultados iniciais: na maioria dos repositórios, as buscas são realizadas a partir de temas, o que indicia uma perspectiva de integração entre áreas; há presença de repositórios específicos para determinadas áreas, como matemática, por exemplo, levando-nos a questionar quais os sentidos de falha postos a circular em relação às áreas em questão; há apenas um repositório temático e este sendo sobre a cultura indígena, fortalecendo o discurso da valorização das relações étnico-raciais. No método discursivo a que nos filiamos, coube ir além da análise dos dizeres, das formulações presentes nos repositórios; coube mediante um jogo de paráfrase e polissemia, gerar uma compreensão do que significa elaborar e utilizar um recurso educacional, no espaço digital, no qual o hipertexto pode funcionar como recurso ideológico.