logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: A construção do saber pela instantaneidade de dicionários digitais
Autor(es): JORDANA DE OLIVEIRA RODRIGUES. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Análise de discurso, Análise de discurso, tecnologia
Resumo

A abordagem discursivista nos mostra que há inúmeras possibilidades de produção de sentido e que os sentidos vão emergindo de várias formas, a partir de diferentes materialidades discursivas. De fato, durante muito tempo manipulamos dicionários sem nos darmos conta de que nessa materialidade os sentidos se produzem, se alteram. O objetivo primeiro de quem toma um dicionário é o de esclarecer dúvidas, pois lá os saberes estão disponíveis de forma precisa e coerente. A partir dessas duas premissas propomos um outro olhar sobre o dicionário, faremos uma reflexão sobre a utilização dos dicionários online. Tomaremos o dicionário como um instrumento linguístico que nos permite um espaço de transformação, construção e desconstrução de sentidos. E a nossa questão gira em torno da ideia de como o avanço tecnológico e a popularização da internet intervêm na constituição e utilização deste instrumento de forma digital? O sujeito busca construir saberes de forma instantânea, busca informações imediatas, resultados precisos, e tal demanda vem sendo sanada pela utilização dos dicionários online. Isso também é possível com a utilização de uma variedade de software que admite ao ler-se um texto e marcar uma palavra ou expressão e o próprio lhe sugere um verbete que faça com que o usuário acesse de forma instantânea e compreenda sobre seu significado e também sua ortografia, e inúmeras outras ferramentas disponíveis que permitem também entre tantas outras facetas a tradução de palavras em uma variedade de línguas. Enfim, a forma de apresentação e a utilização do dicionário na web é diferente e queremos explicitar isso a partir dos pressupostos da Análise de Discurso de linha francesa, fundada por Michel Pêcheux e desenvolvida no Brasil Por Eni Orlandi e outros pesquisadores.