logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Linguagem e desenvolvimento: gêneros projetivos e negócios sociais
Autor(es): Janaina Behling. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Letramento, Letramento, Negócios sociais
Resumo

O presente estudo trata de atividades de letramento voltadas para a construção de instâncias comunicativas de esferas sociais em trânsito e entrelaçamento, em tempos de reorientação de empresas, governos, cidades e pessoas em função de projetos e negócios que buscam, na melhor das hipóteses, algum Desenvolvimento. O arcabouço bakhtiniano acerca das esferas e seus processos de produção, circulação e recepção de gêneros, cada vez menos definidos em termos estritos, constitui a base do estudo, objetivando compreender a presença, formação e transformação de subjetividades e psicologias projetivas, no sentido não subjetivo, mas ontológico, nos mercados de negócios sociais. O estudo também objetiva estabelecer interfaces com outras áreas de conhecimento como a economia, os estudos culturais e as relações internacionais, conforme projetos são abordados como objeto transdisciplinar de análise. Tais interfaces iluminam proximidades, entre outros, da filosofia da linguagem bakhtiniana com a filosofia da economia de Amartya Sen (2004) e sua tese de Desenvolvimento como Liberdade. Os dados a serem analisados correspondem a um corpus constituído por encontros presenciais com projetistas de negócios sociais, configurando um estudo de caso acerca de uma empresa social que parece querer se desvencilhar, ocasionalmente, da esfera empresarial como um todo, assumindo o nome de estúdio de design social e apostando na possibilidade de prestar serviços que tangenciam mudanças dentro de uma nova abordagem econômica mais humanizada, ainda que não haja nenhuma certeza de que o empreendimento, no caso, a mudança de um nome, característica de uma retextualização do projeto do dizer institucional, garanta sustentabilidade aos projetistas. Fica em aberto, no entanto, por que razões um dizer nominativo surge acompanhado de discussões metodológicas e produtos de campo. Finalmente, o estudo apresenta como resultado apontamentos sobre como letramentos são essenciais para promover transformações sociais e Desenvolvimento, com destaque para a abundância de serviços e desafios que profissionais da linguagem com visão transdisciplinar têm pela frente em novas searas.