logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Questões de transparência e opacidade na realização do sujeito pronominal no português brasileiro e no inglês padrão: uma abordagem discursivo-funcional
Autor(es): Andréia Dias de Souza. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave transparência, transparência, pronomes pessoais
Resumo

O objetivo deste trabalho é realizar uma análise comparativa entre o português brasileiro, em sua variedade vernácula e o inglês padrão, variedade ensinada nas escolas de idiomas, no que se refere à realização do sujeito na forma pronominal. Esta análise insere-se no âmbito da Gramática Discursivo-Funcional, doravante GDF, (Hengeveld & Mackenzie, 2008) e busca observar a realização do sujeito nos dois idiomas em questão no que tange aos aspectos de transparência e opacidade. As relações de transparência e opacidade são definidas a partir da arquitetura em vários níveis da GDF e são representadas por meio do mapeamento das unidades em análise em cada um dos quatro níveis: interpessoal, semântico, morfossintático e fonológico. Um fenômeno linguístico será transparente à medida que se representar igualitariamente em cada nível, ou seja, possuir uma unidade de identificação em cada nível, o que acarretará uma relação bijetiva. Uma vez que o fenômeno representar-se por uma unidade em um nível e duas ou nenhuma em outro ele apresentará uma relação não-bijetiva, apresentando, portanto um aspecto de maior opacidade no que tange a este fenômeno na língua em análise. Este trabalho busca analisar comparativamente as duas línguas em questão com o intuito de observar as semelhanças e diferenças entre as relações de transparência e opacidade do sujeito pronominal no vernáculo brasileiro e no inglês padrão, com o intuito de se constatar qual influência as questões de transparência e opacidade exercem na aquisição do inglês como segunda língua por falantes do português respondendo os seguintes questionamentos: se os fenômenos mais transparentes são mais facilmente adquiridos ou se os fenômenos semelhantes entre a língua materna e a língua alvo, mesmo que mais opacos, se fazem mais simples de adquirir. O universo de investigação compõe-se de amostras retiradas de banco de dados online, como o Iboruna, para o vernáculo brasileiro, e o BNC (British National Corpus) para o inglês padrão.