logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Autoria e discurso em redes sociais: quando aparentemente todos podem ser autores no Facebook
Autor(es): Lafayette Batista Melo. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave autoria, autoria, interface
Resumo

Este trabalho parte da ideia de que as condições de produção e o modo como circulam os discursos dependem das restrições e possibilidades de cada momento histórico do desenvolvimento tecnológico. É por isso que informações divulgadas através de e-mails e blogs têm um efeito diferente em uma rede como o Facebook, incluindo como é avaliado o autor. Maingueneau distingue três dimensões da autoria: um autor-responsável, que responde pelo texto; um autor-ator, que organiza atividades de produção de textos da autoria e um auctor, que é correlacionado a uma obra. Esta pesquisa mostra que qualquer uma das dimensões está sujeita às possibilidades e restrições da interface, de um modo geral na internet, e à “interação para si”, no Facebook, de um modo mais específico. Esta “interação para si” envolve marcações de funcionalidade padronizadas em torno dos enunciados e ações dirigidas a alguém, mas mais monitoradas pelo enunciador através, por exemplo, de curtidas e compartilhamentos. Foram analisadas duas páginas no Facebook com personagens famosos e criados na rede, bem como uma página de uma marca conhecida – já que esses tipos de página têm um proprietário que produz textos regularmente – e foi feito um rastreamento no feed de notícias de perfis que têm estilos mais identificáveis e se dedicam a produções escritas sistemáticas. As dimensões de autoria recaíram mais fortemente no autor-responsável no caso de postagens banais e compartilhamento de links, no autor-ator nos casos de postagens mais elaboradas com um estilo próprio que ainda podem se utilizar de funcionalidades como notas, páginas e integrações com recursos fora da rede e, no auctor, nos casos de produções reconhecidas em um campo discursivo equivalente a de um (escritor) auctor de uma obra – a diferença é que, no ambiente virtual, esta dimensão não tem na “obra” o equivalente a um ou mais artefatos físicos como os livros. Os resultados mostram que o acesso a recursos de produção é praticamente o mesmo nas três dimensões observadas no Facebook, o que ocorre diferentemente fora da Web – um auctor tem uma obra que passa pelo crivo da impressão, edição e autorização para publicação. Conclui-se que todos podem ser autores no sentido de que dispõem das mesmas condições de produção, mas, em relação ao reconhecimento singular de seus estilos, marcas textuais e assuntos tratados, alguns autores se sobressaem muito mais e isso também é percebido na interface através da popularidade.