logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O sentido dialógico entre enunciados verbo-visuais de diferentes épocas
Autor(es): Vania Maria Medeiros de Fazio Aguiar. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave enunciados verbo-visuais, enunciados verbo-visuais, efeitos de sentido
Resumo

Assim como a capacidade verbal deve ser apreendida por todos, também a capacidade visual é necessária para que a reflexão sobre os fatos individuais ou coletivos possa se concretizar de maneira interativa, ampliando o processo de comunicação entre os indivíduos. Observar e discutir os efeitos de sentido percebidos em enunciados verbo-visuais pode ser um caminho para orientar os aprendizes a olharem de maneira crítica os diferentes discursos que neles ecoam. A utilização da charge como recurso para a formação de um senso crítico pode ser de grande valia para a escola, pelo acesso mais livre para influenciar o leitor, pois transmite de maneira leve e original. Baseada na perspectiva dialógica da linguagem de Mikhail Bakhtin e o Círculo, o presente estudo visa a observar as relações dialógicas entre tais enunciados opinativos da mídia impressa como subsídio aos educadores da língua materna. Para a análise foram selecionadas duas charges realizadas por autores diferentes, cujas configurações semelhantes conduziram a alguns questionamentos sobre os sentidos pretendidos a respeito de manifestações populares ocorridas nos anos de 1978 e 2013. Além das obras de Bakhtin e o Círculo (2003, 2009, 2010) com as quais foi possível observar em cada enunciado a ideologia refratada pelo artista em comunhão às expectativas do destinatário, utilizou-se, pela necessidade analítica, concepções teóricas relacionadas à análise da linguagem verbo-visual baseada em Dondis (2007). A aplicação dos conhecimentos da linguagem visual para a realização da análise dialógica dos enunciados permitiu observar as imagens de maneira a dar relevância aos elementos individuais, ao poder expressivo das técnicas do enunciador e ao contexto do meio que as envolve, tornando sua compreensão mais favorável. Para isso, de acordo com a teoria dialógica da linguagem, é necessário entrar no mundo em que as ideias foram construídas, observando o contexto, as características sociais e históricas do ponto de vista semântico e da avaliação social. Visando a uma possível resposta-ação, esperamos que essa amostra de análise colabore no ensino/aprendizagem de gêneros midiáticos nas escolas, possibilitando ao aprendiz uma maior clareza quanto ao seu julgamento crítico nas diferentes formas de apresentação de opiniões da mídia impressa, contribuindo na concretização dos Parâmetros Curriculares Nacionais e com as pesquisas da Linguística Aplicada.