logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Cultura de massas e formação do jovem leitor: um estudo de caso
Autor(es): Aline Akemi Nagata. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Cinema, Cinema, Formação do leitor
Resumo

A presente comunicação tem por objetivo demonstrar os resultados de estudo de caso empreendido com quatro alunos do Ensino Fundamental II (9º ano), de uma escola municipal da cidade de São Paulo (Zona Leste), que buscou entender até que ponto as mídias podem influenciar no processo de formação do leitor. A coleta dos dados foi feita por meio de questionário e entrevista semiestruturada, no final do ano de 2013. A partir destes, defendemos a hipótese de que, as mídias, sobretudo o cinema e os videogames, estão contribuindo para uma (re)aproximação entre jovens e livros. E, ainda que estes últimos sejam best-sellers da Indústria Cultural, sobrepujamos os julgamentos de valor, pois acreditamos que, se o aluno tiver uma boa formação, a busca por mais informações sobre assuntos de interesse, base do comportamento leitor (CHARTIER) vai, de alguma forma, levá-lo a outras leituras consideradas mais edificantes. Nesse sentido, ressaltamos ainda o papel essencial do professor neste processo, já que sua vivência como leitor experiente, é imprescindível para o processo de mediação necessária entre a literatura de massa e a Literatura formadora. Sendo assim, com o presente trabalho pretendemos responder duas questões: “Até que ponto o cinema e o videogame estão contribuindo para uma (re)aproximação entre jovens e livros?” e “Qual é o papel do professor neste processo de formação do leitor, considerando o envolvimento dos jovens com a cultura de massas?”. Para respondê-las e compreender os participantes da pesquisa, tomamos por base os escritos de Prensky, acerca do nativo digital e de sua nova forma de pensar, que enxerga as mídias (não só as digitais) como ferramentas integradas e, portanto, entende que uma narrativa e os sentimentos catárticos por ela despertados, podem ser alcançados também em outros meios de comunicação. Tal visão é corroborada por Jenkins, que por meio do conceito de transmídia procura compreender a integração das mídias na produção da narrativa moderna. Além disso, os escritos de Theodoro da Silva e dos pesquisadores do Ceale (UFMG) nos ajudam a compreender as concepções de leitura, assim como o papel do professor neste processo.