logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O que busca o herói em Meu tio Roseno, a cavalo, de Wilson Bueno?
Autor(es): Augusto Ferreira Sampaio Rosa. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Herói, Herói, Literatura Brasileira Contemporânea
Resumo

Em Meu tio Roseno, a Cavalo (2000), de Wilson Bueno, o narrador partilha com o leitor algumas das aventuras de seu tio, o próprio Roseno, focando-se na busca por sua filha Andradazil. Entre céus e entrecéus, mais precisamente “[...] sete céus e seis imprecisos entrecéus a galope”(BUENO, 2000, p. 24), Roseno muda de nome conforme, também, as etapas da viagem se diversificam, propondo uma alternância de seu estado de espírito. Roseno é Rosenaro, Rosenalvo, Roseano, entre muitas outras alcunhas. A narrativa passa por momentos eróticos, bélicos e místicos, cercados por uma expectativa maior: a de Roseno encontrar sua filha, Andradazil. A descrição dos cenários, das personagens e, consequentemente, dos atos que vão se desdobrando durante a trajetória de Roseno é feita de forma espetacular. Tudo o que cerca Roseno está diretamente, ou indiretamente, ligado a ele e a seu inconsciente. O modo de narrar, no entanto, é peculiar; a narração é feita como uma história contada por um familiar, como se a aventura de Roseno fosse transmitida de forma oral, simples e clara. Walter Benjamin diz que a experiência que passa de pessoa a pessoa é a fonte a que recorreram todos os narradores. E entre as narrativas escritas, as melhores são as que menos se distinguem das histórias orais contadas pelos inúmeros narradores anônimos. Sendo assim, Bueno conseguiu inserir sua obra entre as melhores narrativas escritas. A viagem de Roseno é marcada pela instabilidade, pela insegurança,porém pelo firme propósito e pela esperança de que chegará a tempo de ver o nascimento de sua filha Andradazil com a bugra Doroí. Analisando, então, a narrativa, o cenário, o tempo e a ação que envolvem a obra, o objetivo deste trabalho é encontrar nosso herói Roseno e repensar a definição de herói atribuída a ele. Afinal, o modelo de herói, nesse sentido, deve ser repensado. Não há mais como visualizá-lo como aquele que sempre consegue o êxito. O herói também é um homem comum, com problemas e decepções como qualquer outro protagonista.