logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Clínica do discurso: fonoaudiologia e análise do discurso
Autor(es): Renata Chrystina Bianchi de Barros. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 01/03/2024
Palavra-chave Fonoaudiologia, Fonoaudiologia, Clínica
Resumo

Na presente reflexão, voltada para a afetação da Análise de Discurso na práxis da terapêutica que pratico e represento, mobilizo, na análise a ser destacada, os conceitos de condições de produção, ideologia e acontecimento discursivo cunhados no interior da Análise de Discurso de escola francesa (Pechêux) e brasileira (Orlandi). Propondo debater os modos de afetação da Análise de Discurso sobre a Clínica Terapêutica Fonoaudiológica, objetivo apresentar um estudo por mim realizado acerca da Clínica do Discurso numa práxis que identifica e mobiliza estruturas filosóficas e ideológicas do espaço teórico e analítico da Análise de Discurso. Nessa investigação, desenvolvo uma reflexão sobre essa clínica que se produz de um modo singular, numa práxis não-medicalizante, como espaço simbólico e ideológico com lugar próprio na cidade. Com a formulação de um corpus próprio da configuração da clínica fonoaudiológica – objeto de intervenção, sujeito, ferramentas e métodos −, penso a sua singularidade. Revisando o processo de inauguração dessa disciplina, penso que sua forma histórica de constituição contribuiu para a elaboração de um outro espaço no qual um pouco da medicina pudesse ser articulado praticamente com a psicologia e a linguística, inaugurando um novo fazer. Desde então, muitos dos seus fazeres e pensar foram transformados, seja pelas novas condições da contemporaneidade, seja pelas novas leituras e formas de compreender o seu espaço na relação com o meio científico e para com o sujeito que recebe no seu espaço clínico. As condições de produção e a possibilidade de descobertas neste trabalho aponta para o que é próprio da Análise de Discurso – possibilitar a interpretação através do seu dispositivo teórico e analítico, desvelando as evidências e compreendendo sentidos que, ao circularem em um acontecimento, podem ser tomados para interpretação. Mobilizar a Análise de Discurso para a elaboração de uma nova terapêutica – a Clínica do Discurso, contribuiu para considerarmos que a clínica fonoaudiológica é o espaço de se pensar, de compreender e de intervir sobre os gestos discursivos (comunicativos) do sujeito-paciente. São gestos comunicativos a escrita, a leitura, a fala etc. Estes gestos, numa condição de produção que aponte um sujeito que se percebe mal-falante, mal-comunicador, instaura uma prática possível de clínica terapêutica. É essa uma disciplina fundada no entremeio de disciplinas já estabelecidas cientificamente, fomentando a sua constituição com conhecimentos sobre o corpo, a língua e a subjetividade para a atuação com a linguagem voltada para a comunicação humana sob um objeto de intervenção singular.