logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: A produção escrita do gênero artigo de opinião em atividade social
Autor(es): Juliana Ormastroni de Carvalho Santos. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Produção escrita, Produção escrita, Artigo de opinião
Resumo

Esta comunicação pretende discutir uma pesquisa de Doutorado cujo objetivo geral é, com base nas discussões de Vygotsky (1934/1991, 1934/2001), Bakhtin (1979/ 2011) e Bakhtin e Volochínov (1929/ 1992), desenvolver uma atividade social na qual os alunos apropriem-se das capacidades de linguagem referentes ao processo de escrita do artigo de opinião. De modo geral, a tese está voltada para compreender e produzir contextos em que os alunos de uma sala do 7º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do interior do estado de São Paulo possam apropriar-se dos processos de escrita. Esclareço que, embora o foco deste estudo esteja na produção escrita, compreendo a leitura imprescindível para a apropriação dos gêneros, ou seja, para que o aluno conheça a organização genérica antes de escrevê-lo. Os objetivos específicos enfocam a transformação dos modos de trabalhar com os processos de escrita e estão definidos como: a) verificar se, durante a atividade social desenvolvida, os alunos se apropriaram das capacidades de linguagem do artigo de opinião e, em caso positivo, analisar o processo e os modos como isso aconteceu; b) compreender o contexto em que se dão as produções escritas no contexto onde a pesquisa foi desenvolvida; criar ZPDs que possibilitem o movimento de negociação colaborativo-crítica para aprendizagem e desenvolvimento na constituição escritores criativos e críticos; d)analisar os artigos de opinião produzidos pelos alunos. A pesquisa baseia-se no quadro da Teoria da Atividade Sócio-Histórico-Cultural (TASHC), a fim de analisar o desenvolvimento da mente humana em situações de atividade social prática. A proposta de desenvolvimento de atividade social no contexto escolar é proveniente da TASHC e de estudos e pesquisas de questões teórico-metodológicas sobre ensino-aprendizagem discutidas, inicialmente, por Liberali (2009, 2011, 2012) e, mais tarde, por Liberali, Mateu e Damianovic (2012), Magalhães (2011), Shimoura (2012) e outros. Esses pesquisadores propõem a atividade social como base para o ensino, apoiados nos preceitos vygotskyano da atividade humana como meio para satisfação de uma necessidade (motivo) no alcance de um objeto, num sistema de atividade dinâmico, mediado por artefatos culturais, inserido em um contexto (comunidade) e orientado por regras e divisão de trabalho. A metodologia de pesquisa está embasada na Pesquisa Crítica de Colaboração (PCCol) (Magalhães, 2011), metodologia que entende as transformações escolares por meio da criação de instrumentos que permitem aos sujeitos das instituições olharem e compreenderem os sentidos das próprias ações e de outros e relacioná-las ao seu contexto.