logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Ensino aprendizagem de um estudante surdo
Autor(es): ROSANGELA VARGAS CASSOLA, Angela Brambilla Cavenaghi Lessa. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave surdo, surdo, ensino
Resumo

Este trabalho analisa uma experiência de ensino-aprendizagem de um estudante surdo inserido no segundo ano em uma escola pública, visando, identificar a abordagem de ensino utilizada pela professora regente. O objetivo inicial era o de verificar a abordagem de ensino-aprendizagem adotada pela professora em sala de aula para ensinar a Língua Brasileira de Sinais – Libras para um aluno surdo, verificar como ocorre a aprendizagem deste participante e ainda, dialogar com a docente sobre a prática de ensino adotada. A fim de atingir nossos objetivos optamos por desenvolver uma pesquisa crítica de colaboração, considerando que essa oferece importantes princípios para a orientação de estudos que tem como foco as atitudes da sociedade em geral. Para tanto, dividimos a pesquisa em duas etapas. Na primeira etapa, realizamos filmagens durante doze dias das aulas de Português ministradas em um segundo ano do ensino fundamental, onde estuda um aluno Surdo, trata-se de uma turma inserida em uma Escola Pública localizada no município de Sidrolândia-MS. Na segunda etapa, realizamos seis sessões reflexivas de estudo com a professora regente da turma e com a intérprete do aluno Surdo, sendo que a cada duas aulas filmadas, realizamos uma sessão reflexiva. Nosso o referencial teórico, perpassa principalmente pela TSHC - Teoria Sócio-Histórico-Cultural de Lev Semenovich Vigotski (1997, 2007, 2009), e ainda em trabalhos acerca da inclusão e da surdez. Os dados foram registrados através de gravações em áudio e vídeo, transcritos e estão sendo analisados por meio da análise da interação e através de tópicos discursivos. Resultados parciais, apontam para a abordagem de ensino comportamentalista, e ainda, para a necessidade de modificações nos currículos, nas práticas pedagógicas, nas políticas de inclusão de alunos com NEEs e em especial do aluno Surdo e ainda, na formação dos docentes sobre o ensino de línguas, neste caso de Língua Portuguesa como segunda língua (na modalidade escrita) e de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) como primeira. Consideramos que o desenvolvimento dessa pesquisa possua uma grande importância na compreensão das questões sociais, políticas e educacionais que tem como objeto de estudo as línguas, a inclusão e a concepção dos docentes sobre as línguas.