logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O uso de metáfora por afásicos e não-afásicos
Autor(es): Maria Eduarda Marques Mateus Ferreira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 02/03/2024
Palavra-chave Metáfora, Metáfora, Cognição
Resumo

O objetivo principal desta pesquisa é estudar a metaforicidade no contexto das afasias. Para tanto, o estudo está concentrado no levantamento e na análise da emergência de expressões linguísticas metafóricas na linguagem de pessoas afásicas e não-afásicas em contextos conversacionais que ocorrem no Centro de Convivência de Afásicos (CCA), sediado no Instituto de Estudos da Linguagem, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Tais conversações, registradas em formato audiovisual, encontram-se transcritas no AphasiaAcervus. Como questões teóricas de fundo desta pesquisa elencamos: i ) o questionamento da dicotomia existente no campo dos estudos neurolinguísticos tradicionais entre o linguístico e o cognitivo e (ii) uma melhor compreensão do uso de metáforas por parte dos sujeitos afásicos no âmbito dos estudos afasiológicos; iii) rediscussão da noção de metalinguagem no contexto das afasias, cuja característica essencial é a perda ou alteração da capacidade de realizar operações metalinguísticas, tais como nomeação, descrição ou repetição de palavras e frases. Assim, os afásicos não conseguiriam fazer abstração ou processar aspectos figurativos da linguagem e da cognição, estando o uso ou entendimento de metáforas fortemente limitado ou prejudicado. A expectativa da pesquisa, a partir desses interesses, é contribuir para i) o entendimento do escopo do termo afasia, tendo em vista a consideração dos processos pelos quais afásicos produzem e interpretam as metáforas na linguagem em uso e para (ii) a compreensão do impacto da carência metalinguística própria dos afásicos no processamento de metáforas (metáforas novas, metáforas convencionais, enunciados proverbiais, expressões idiomáticas, etc). Em termos metodológicos, esta pesquisa procede a um levantamento da ocorrência de fenômenos metafóricos na conversação entre afásicos e não afásicos. O presente trabalho consiste, pois, em um estudo longitudinal e heurístico de um corpus constituído de interações desenvolvidas no CCA. A parte empírica está configurada da seguinte forma: (i) levantamento das ocorrências de processos metafóricos no corpus extraído das conversações entre afásicos e não-afásicos que frequentam o CCA; (ii) descrição dos contextos enunciativos de emergência dos processos metafóricos identificados em i); (iii) análise dos dados à luz das questões de fundo teórico da pesquisa.