logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Fotografia, desenho e palavra: estudo sobre multimodalidade e progressão referencial em “O fotógrafo – uma história no Afeganistão”
Autor(es): Denise de Paula S Ferreira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave multimodalidade, multimodalidade, quadrinhos
Resumo
A pesquisa em questão tem como objetivo o estudo do fenômeno textual da referenciação no primeiro volume da história em quadrinhos O fotógrafo – Uma história no Afeganistão, de Didier Lefèvre, Emmanuel Guibert, Frédéric Lemercier. Esta obra francesa é composta por elementos verbais e visuais, sendo assim classificada como um texto multimodal, e conta a história de um fotógrafo da equipe dos Médicos sem fronteiras que viajava até os lugares atingidos por guerras no oriente médio para prestar suporte as familias que necessitavam de ajuda. Entende-se que os textos multimodais são aqueles que possuem em sua composição elementos de modalidades diferentes, ou seja, o texto não será apenas uma sequência de palavras, mas, sim, um conjunto de verbais e visuais que irá propor possibilidades de sentidos. Supõe-se que o fenômeno de referenciação pode ocorrer nesse tipo de texto, pois o objeto de discurso é inserido, retomado/recategorizado e desativado também na esfera visual; dessa forma este estudo insere-se no escopo da Linguística Textual e tenta ultrapassar as fronteiras da concepção de texto como forma exclusivamente verbal, incluindo as outras semioses que o compõem, levando em consideração que tal arcabouço teórico seja válido também para produções multimodais, caso das histórias em quadrinhos. Um desafio que a obra em análise apresenta é a modalidade visual da sua composição, que pode ser composta tanto por figuras desenhadas quanto fotografadas, fazendo com que a articulação do referente aconteça tanto na modalidade verbal quanto na modalidade visual – desenho/foto – para a composição da narrativa. Entende-se que, para uma melhor análise das histórias em quadrinhos, é necessário um olhar para além do texto verbal, ou seja, analisar o todo verbovisual e perceber como o fenômeno referencial acontece entre as diferentes modalidades da composição narrativa, ou seja, abordar o texto verbal e o visual como sendo um só objeto de estudo ao invés de analisá-los separadamente. Assim podemos entender quais os aparatos necessários para a leitura de um texto verbovisuaul, ou multimodal.