logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Uma proposta de análise das estratégias linguístico-discursivas em traduções livres da Bíblia
Autor(es): Mariú Moreira Madureira Lopes. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Tradução bíblica, Tradução bíblica, Registro
Resumo

Na interação, o indivíduo pode valer-se de várias possibilidades de escolhas disponíveis na língua para reproduzir seu pensamento, e a escolha dentre essas possibilidades é influenciada pelo ambiente em que se produz o discurso e determinada pelo contexto. Aplicando-se essas questões ao estudo da tradução, pode-se dizer que, como uma atividade linguística, a prática da tradução é um espaço em que se lida com escolhas dentre uma gama de possibilidades disponíveis na língua. No ato tradutório, há um processo de produção de sentido que compreende a intersecção entre diferentes línguas, entre diferentes contextos e culturas, entre diferentes modos de dizer. Cada escolha pode revelar nuanças da língua em situações reais de uso, principalmente quando se trata de um mesmo texto traduzido de diferentes formas, como é o caso das versões bíblicas. A maioria dessas versões veiculadas no Brasil segue o enfoque literal, o que parece ser recorrente no caso de tradução de textos considerados sagrados. Todavia, há hoje algumas versões mais livres em que se observam, nas escolhas linguísticas, um deslocamento do registro religioso e, ao mesmo tempo, uma identificação, da parte do leitor, com um registro mais próximo de sua vivência. Diante disso, por meio de um estudo comparativo, pretende-se identificar estratégias linguístico-discursivas usadas em traduções bíblicas livres e paráfrases do Novo Testamento, a fim de avaliar, em comparação com a linguagem de traduções literais e mais tradicionais, as diferenças marcantes que refletem, na realidade, um distanciamento do registro religioso. As questões propostas para análise serão avaliadas com base nas teorias funcionalistas da linguagem e da tradução, pois entende-se que as discussões propostas por essas teorias podem contribuir para as análises propostas neste estudo uma vez que visam a analisar a tradução, pondo sob consideração os aspectos contextuais e situacionais em uma determinada situação de uso da linguagem (Apoio: CAPES).