logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Colaboração em um fórum digital sobre morfologia da língua portuguesa
Autor(es): Fabiana Poças Biondo-Araujo. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave fórum digital, fórum digital, práticas interativas
Resumo

A partir do método de análise da colaboração em comunicações online proposto por Ingram e Hathorn (2004) no quadro dos estudos sobre tecnologias educacionais, este trabalho objetiva investigar os processos de colaboração apresentados pelos participantes em discussões de um fórum digital de um curso de Morfologia da Língua Portuguesa. O curso que informa a pesquisa foi ministrado na modalidade semipresencial, no segundo semestre de 2011, e integra a Licenciatura em Letras de uma universidade pública do Mato Grosso do Sul. O fórum analisado, por sua vez, é parte das atividades online do curso, realizadas na plataforma Moodle, e teve por propósito o debate de conteúdos relacionados à Morfologia da língua. A investigação dos processos de colaboração ampara-se na análise da “participação”, da “interação” e do processo de “síntese” (INGRAM & HATHORM, 2004) na construção de conhecimentos nas discussões do fórum e constitui-se como parte dos objetivos de uma pesquisa de doutorado em andamento. Conforme pretendemos mostrar, a expectativa inicial de colaboração de todos os alunos participantes do curso nas atividades do fórum não se confirma, uma vez que a participação, a interação e a síntese de conhecimentos são organizadas de modo a compor pequenos grupos de colaboração, em torno de determinados temas-tópicos. Para este trabalho, interessa-nos focalizar 34 das 257 mensagens do fórum, nas quais 13 alunos e a professora do curso estabelecem uma discussão sobre “classes de palavras”. Ao analisar as “práticas discursivas” (YOUNG, 2013) desse grupo, identificamos que a colaboração se dá a partir de um processo hipertextual de escrita, revelado por links entre, pelo menos, dois tópicos diferentes e as aulas presenciais da disciplina. Esses links, mesmo quando não explicitados pelos participantes, são identificados nos fluxos de discussão em torno do tema e situam a colaboração como um processo de “competência interacional” (YOUNG, 2013) co-construída pelos participantes. O referencial teórico em que se ampara a pesquisa são os estudos sobre “fórum digital educacional”, desenvolvidos especialmente no campo dos estudos da linguagem e tecnologia; sobre “aprendizagem colaborativa online” e sobre “práticas discursivas interativas”, em uma perspectiva transdisciplinar que, ao lado do nosso interesse no uso da linguagem no contexto particularmente definido, situa este trabalho no campo aplicado dos estudos da linguagem.