logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Investigando a aprendizagem da escrita em um corpus digital de linguagem infantil
Autor(es): Maria Luisa Fickelcherer Moraes. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 24/02/2024
Palavra-chave Corpus digital, Corpus digital, Escrita
Resumo

O presente trabalho tem por objetivo estudar o processo de aprendizagem da escrita por crianças do 1º ao 3º ano do ensino fundamental 1 – EF de 9 anos. Para tanto, será utilizado um corpus digital de escrita infantil, composto por dados de uma avaliação na área de alfabetização, leitura e escrita: a Avaliação Diagnóstica da Alfabetização no Estado do Espírito Santo – Paebes/Alfa, uma avaliação sistêmica e em larga escala, de caráter longitudinal, aplicada junto a alunos do 1º ao 3º ano do EF, no período de 2010 a 2012, no início (avaliação de entrada) e no final de cada ano (avaliação de saída) desse período, excetuando o final de 2012. No total, o corpus, fruto da pesquisa de Fontes-Martins e Rocha (2013), conta com 1 milhão e meio de itens de escrita infantil digitalizados. O trabalho aqui proposto tem como foco a análise de efeitos de frequência na produção escrita de encontros consonantais tautossilábicos, formados por uma obstruinte desvozeada [p] e outra vozeada [b] seguidas pela consoante líquida [l] e outra consoante líquida tepe [r]. Encontros desse tipo podem influenciar na variação da fala se tornando assim um desafio para os aprendizes da escrita devido a sua complexidade. Freitas (2001) ao realizar estudos sobre o assunto observou que há uma relação entre a fala e a aquisição desses encontros durante a escrita. Essa relação tende a sofrer interferência de outros fatores, sendo que muitos deles ainda não foram estudados. O principal estudo teórico de embasamento deste trabalho é o Modelo de Redes (BYBEE, 2001). Tal teoria oferece contribuição para investigar efeitos de frequência (type e token frequence) para o entendimento do processo de mudança sonora. Estudos preliminares indicam que a apropriação de habilidades de escrita é gradual. Assim, busca-se, neste estudo, apreender o percurso de aprendizagem da escrita para conhecer, por exemplo, que habilidades são aprendidas em primeiro lugar ou que habilidades são aprendidas mais tardiamente. Acredita-se que essa proposta de pesquisa poderá contribuir, de modo significativo, para uma maior compreensão sobre o processo de aprendizagem da escrita, inovando, nesse tipo de análise, com a utilização de um instrumento de apoio tecnológico que apresenta robustez de dados, como o corpus digital citado.