logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Os gêneros do discurso e a produção de texto no livro didático
Autor(es): Marly de Fátima Monitor de Oliveira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave gênero do discurso, gênero do discurso, Bakhtin
Resumo

Esta pesquisa examina o modo como os gêneros discursivos são sugeridos nas propostas de produção textual e, para isso, analisa as atividades de produção de texto indicadas pelos livros Português: Linguagens (2010) e pelas apostilas da Coleção Pitágoras Língua Portuguesa (2012), ambos destinados a alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II. A reflexão busca também destacar as contribuições que uma abordagem dialógica dos textos pode trazer às atividades do professor. A análise crítica proposta tem como pressuposto uma preocupação pedagógica quanto ao aprendizado e domínio dos gêneros do discurso. Com a leitura crítica desse corpus, pôde-se observar a sua relação com os conceitos de gêneros do discurso, pensados por Bakhtin, com destaque para as propostas presentes no Manual do Professor e nas atividades sugeridas. Muitas vezes as atividades propostas pelos livros didáticos impedem que o aluno perceba o gênero como um recurso do dizer, e que esse dizer e o como dizer estão atrelados não a uma forma fixa e engessada, mas a uma situação comunicativa que “seleciona” a forma, o conteúdo e o estilo. É importante ressaltar que o gênero reflete uma atividade concreta de interação discursiva, por isso a necessidade de adequar o melhor gênero do dizer em determina situação comunicativa. O uso dos gêneros discursivos no ensino de Língua deve contemplar o contexto de produção textual, as condições de enunciação, o caráter dialógico e histórico da língua. Somente quando o aluno dominar os gêneros discursivos conseguirá produzir e ler textos de forma mais eficiente. Ao compreender como utilizar um texto de um gênero específico, o aluno recorrerá ao seu conhecimento de mundo e linguístico para interagir por meio da linguagem. Percebeu-se nessa pesquisa que ao utilizar os conceitos bakhtinianos aplicados ao estudo do texto, o aluno terá meios de entrar no texto e desvendar as ideologias, o perfil do produtor, o contexto social de produção, as outras vozes que permeiam o emaranhado textual.