logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Aspectos da escolha lexical na canção popular brasileira
Autor(es): ÁLVARO ANTÔNIO CARETTA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave léxico, léxico, dialogismo
Resumo

Sabe-se que a escolha lexical é um procedimento enunciativo determinante para a configuração do estilo e, consequentemente, responsável pela constituição da imagem do enunciador. Pressupondo que o enunciador não realiza as suas escolhas diretamente em um sistema linguístico abstrato e virgem, mas em um interdiscurso, as coerções e as possibilidades estabelecidas pela esfera e pelo gênero discursivo determinam a escolha lexical. Dessa forma, tomando o princípio da escolha lexical como uma atitude enunciativa, pretendemos observar como o enunciador seleciona as palavras tendo em vista um repertório oferecido pelas relações dialógicas determinadas pelo gênero, pelo estilo e pelo posicionamento discursivo do enunciado. Para estudarmos esses aspectos, perseguiremos inicialmente as propostas de Mikhail Bakhtin sobre os gêneros discursivos, enfocando as questões sobre dialogismo e estilo. A seguir, abordaremos as teorias de Dominique Maingueneau, dando ênfase à constituição do ethos. A partir dessa base teórica, abordaremos o processo de escolha lexical em algumas canções populares. Tomando como exemplo canções de estilos e épocas distintas, como o samba da década de 30, a Bossa-Nova e o Tropicalismo, procuraremos demonstrar que a escolha lexical é um processo de produção discursiva que pode ser observado tendo em vista o dialogismo entre os discursos prosaico e poético. Para isso, observamos como o compositor trabalha os gêneros, as expressões e o léxico prosaicos; como utiliza os recursos poéticos, como as rimas, a sonoridade das palavras e o estilo; como relaciona a letra e a melodia e como dialoga com o plurilinguismo. Entendemos, assim, que o estudo da canção popular brasileira e particularmente a observação da escolha lexical na canção não deve se limitar apenas à observação da letra, mas compreender a sua relação com o aspecto musical, já que essa é a característica fundamental desse gênero discursivo. Importante também é pressupor que o léxico da canção não é extraído do sistema virtual da língua, mas do interdiscursivo com o qual a canção estabelece relações dialógicas e do qual resgata as palavras prenhes de valores e sentidos que o compositor reelabora em seu enunciado.