logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: A influência do contexto (ir)realis na variação do modo subjuntivo.
Autor(es): Vania Raquel Santos Amorim, VALÉRIA VIANA SOUSA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Modalidade, Modalidade, indicativo
Resumo

No presente trabalho, buscamos investigar a alternância entre os modos indicativo e subjuntivo em orações subordinadas no português falado em Vitória da Conquista-BA. A justificativa para analisar a alternância em relação à seleção do modo verbal se subjaz do fato que, na tradição gramatical, não há uma descrição teórica satisfatória do emprego do subjuntivo para explicar a oscilação existente entre as formas indicativas e subjuntivas no uso real da língua, como nos seguintes exemplos, excertos extraídos de falas conquistenses: (1) Eu quero pedir a Deus... que inspira cada vez mais vocês...(M.C.A.O- Corpus PPVC) ou (2) depende de que forma é que cê tá falano né? (A.A.B – Corpus PPVC). Com o propósito de compreender as razões que condicionam essas variações, utilizamos, na fundamentação, pressupostos teóricos e metodológicos da Sociolinguística Variacionista e do Funcionalismo Norte-Americano, tomando como referência, sobretudo, os teóricos Givón (2001); Labov (2008); Neves (2004); Weinreich et al (2006). Referente à parte analítica, utilizamos seis (6) informantes estratificados nas variáveis sociais gênero/sexo (masculino/feminino), faixa etária (15 a 25 anos, 26 a 50 anos e mais de 50 anos de idade) e grau de escolaridade (sem escolaridade ou até 5 anos de escolarização) do Corpus do Português Popular de Vitória da Conquista (Corpus PPVC), constituído pelo Grupo de Pesquisa em Linguística Histórica e pelo Grupo de Pesquisa em Sociofuncionalismo-CNPq. Levando-se em conta as variáveis linguísticas, elegemos dois grupos de fatores: tipo de verbo da oração matriz e modalidade. Verificamos, com esta pesquisa, que, nas cláusulas analisadas, alguns tipos de verbos selecionam exclusivamente o modo subjuntivo, outros selecionam apenas o indicativo e ainda há verbos que apresentam emprego variável do modo subjuntivo. O resultado dessa pesquisa, do ponto de vista sociolinguístico, sinaliza um processo de mudança em progresso e, do ponto de vista funcionalista, encontra respaldo no Processo de Gramaticalização. (APOIO: UESB)