logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: As unidades lexicais estrangeiras e o ensino de língua portuguesa: uma abordagem a partir do discurso
Autor(es): Elza Contiero. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Livros didáticos, Livros didáticos, Discurso
Resumo

O enfoque nas atividades relacionadas aos fenômenos dos estrangeirismos e empréstimos linguísticos nos livros didáticos de língua materna pode seguir duas orientações: aquela que concebe um item lexical enquanto mera unidade da língua ou, em última instância, como unidade do discurso. Assim, uma abordagem lexical que se orienta nesse sentido entende que todo ato de troca linguageira produz um discurso, pois os homens estão negociando sentidos a todo o momento. (CHARAUDEAU, 2007). Este trabalho visa investigar a forma como os estrangeirismos lexicais e empréstimos linguísticos são abordados em alguns livros didáticos de português de Ensino Médio aprovados pelo PNLD 2012 procurando responder às seguintes questões: a forma como os estrangeirismos/empréstimos linguísticos são abordados nos livros didáticos leva a uma discussão mais ampla em sala de aula sobre os processos culturais, os efeitos de sentido produzidos por estes processos lexicais na nossa língua? A exploração dos estrangeirismos lexicais nas aulas de Língua Portuguesa pode contribuir significativamente para uma atuação verbal mais adequada? Há uma descrição detalhada do processo de neologia de empréstimos na atualidade, promovendo a oportunidade de reflexões acerca da produtividade lexical em Língua Portuguesa? O principal objetivo deste estudo é propor caminhos para abordar um fenômeno tão constitutivo da língua de maneira mais eficiente em sala de aula de língua materna, no sentido que ao considerar qualquer fenômeno da linguagem, o docente e seu material pedagógico devem conceber que toda dimensão verbal é heterogênea e constitutivamente ideológica e social. A organização do corpus foi realizada a partir da análise de duas obras didáticas de volume único, voltadas para o Ensino Médio, recomendadas pelo guia de livros didáticos do PNLD (BRASIL, 2012): Língua Portuguesa – Linguagem e Interação (FARACO; MOURA, MARUXO, 2010); Projeto Eco – Língua Portuguesa (MARTIN, VILMA LIA; HERNANDES, ROBERTA, 2010). Em relação ao aporte teórico que fornecerá suporte para a análise do corpus, serão considerados os trabalhos de Alves (1990), Biderman (2001) e Ferraz (2006, 2010).