logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Cancelamento de líquidas em encontros consonantais tautossilábicos na fala da região de Lavras (MG)
Autor(es): Alini Tavares, João Vitor Lima Barbosa. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave variação sonora, variação sonora, líquidas
Resumo

Este estudo visa analisar o fenômeno do cancelamento das líquidas [l] e [r] em encontros consonantais tautossilábicos, na região de Lavras (MG). Exemplos desse fenômeno de variação sonora ocorrem nos pares de palavras, “outro à outo” e “exemplo à exempo”. Estudos que atestam tal fenômeno no Português Brasileiro são, por exemplo, Cristófaro-Silva (2000) e Fontes-Martins (2007). A presente proposta de pesquisa visa aprofundar a investigação existente, procedendo à análise experimental de dados, a fim de avaliar possíveis efeitos de gradualidade fonética (Pierrehumbert, 2002). Além de ser realizada pesquisa de bibliografia pertinente ao tema, deverá ser feito um estudo sobre o Programa de Análise Acústica a ser utilizado, o PRAAT. Deve-se salientar que a coleta de dados considerará a metodologia da sociolinguística (Labov, 1972, 2001a, 2001b). Na análise do fator frequência da palavra (Bybee, 2001), aqui considerado, deverão ser avaliados corpora digitais/ eletrônicos, como o do LAEL (Fala e escrita) e do Cetem/ público, bem como deverão ser consideradas as palavras analisadas por Fontes-Martins (2003) para o fenômeno em análise. Tem-se como referência teórica a Fonologia de Uso ou Modelo de Redes (Bybee, 2001), a Teoria de Exemplares (Pierrehumbert, 2001) e a Teoria da Difusão Lexical. Assim, considera-se a noção de frequência da palavra (type e token frequency) e a ideia de que fenômenos de variação sonora não ocorrem de modo abrupto, ou seja, são lexical e foneticamente graduais. A “queda” de um segmento sonoro em uma palavra, além de não atingir todo o léxico de uma vez, pode deixar “resquícios” na palavra atingida pelo fenômeno do cancelamento, como uma duração maior no som anterior ao cancelado ou uma redução e sobreposição de gesto articulatório (Albano, 2002).