logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Gramaticalização de predicados matrizes de orações subjetivas
Autor(es): Solange de Carvalho Fortilli. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Mudança Linguística, Mudança Linguística, Subjetivização
Resumo

O objetivo de trabalho é analisar orações subjetivas encaixadas em matriz adjetival no português brasileiro. Por meio da observação de que a cópula que costuma anteceder alguns encaixadores pode não estar expressa, chegamos à ideia de que tais construções vêm passando por mudanças linguísticas tanto na fala como na escrita. À ausência de cópula na oração matriz soma-se, em alguns casos, um novo comportamento do adjetivo, que passa a ter a função de modificador, estágio alcançado quando há a perda do complementizador que une a oração principal à subjetiva. Partimos da hipótese de que, quando todas essas transformações ocorrem, o complexo oracional já se tornou uma sentença simples modificada por um parentético epistêmico (TRAUGOTT; DASHER, 2001), o que nos parece indicativo do processo de Gramaticalização do adjetivo encaixador. Com a implementação conjunta dessas mudanças, o complexo oracional, antes constituído de oração matriz + oração subjetiva, fica apenas com o conteúdo da última, agora sob a forma de oração absoluta, e o traço que permite tal estatuto é seu verbo finito, que lhe garante autonomia. Os parentéticos epistêmicos são altamente ligados à expressão de atitudes do falante. Assim, aquilo que é primordial, o posicionamento do falante sobre o que é dito, é mantido é até reforçado, pois com essa nova configuração o item tende a ser mais enfático, o que se comprova pela mudança de posição do adjetivo e pela prosódia. Tratando de mudança de posição, vemos que o item ganha a possibilidade de associar-se exatamente ao constituinte que está escopando, em uma relação de focalização. O elemento que está a sua esquerda ou a sua direita fica sob seu escopo, ganhando destaque, principalmente quando o item gramaticalizado está em posição medial. Todas essas operações juntas mostram a gramaticalização de certos adjetivos, que portam nuanças semânticas bem especificas: são predicativos epistêmicos asseverativos, como claro e lógico. Os dados analisados foram entrevistas do banco de dados Iboruna, de responsabilidade do Projeto ALIP (Amostra Linguística do Interior Paulista), e textos da versão on line do caderno Ilustrada do jornal Folha de São Paulo. (FAPESP PROC. 2009/07230-6)