logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O uso da expressão daí no falar de homens e mulheres da cidade de Curitiba
Autor(es): Mariana Spagnolo Martins. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Gramaticalização, Gramaticalização, Fatores extralinguísticos
Resumo

Este estudo procura identificar as circunstâncias em que ocorre o uso do item daí na fala dos informantes de Curitiba. Para isto buscamos nas entrevistas do Projeto Atlas Linguístico do Brasil (ALiB), realizadas na cidade em destaque, os dados para a constituição do corpus do trabalho. Esta pesquisa justifica-se pelo fato de, em localidades do Sul brasileiro, o uso de daí ser frequente em contextos diferentes dos estabelecidos pelas gramáticas, isto é, como advérbio de lugar e de tempo. E analisar, também, quais funções que o daí exerce dentro do discurso casual e espontâneo dos informantes, desta forma averiguando em quais circunstâncias o uso do daí é mais frequente e se há diferença entre o uso da expressão por parte de homens e de mulheres.   O estudo tem por finalidade: (i) verificar na fala dos informantes de Curitiba o emprego da expressão daí como advérbio e como outras classes gramaticais ou discursivas, incluindo os conceitos de micro e macrodomínios da sequenciação; (ii) analisar cada emprego segundo as variáveis extralinguísticas sexo, escolaridade e idade, verificando em quais fatores o uso da expressão é mais frequente e se existe divergências na fala de homens e mulheres com o ensino fundamental e superior, e se houver, quais empregos discursivos podem-se aplicar ao uso da expressão; (iii) verificar se há fatores linguísticos intervindo no emprego dos vários usos do daí e as relações de macrodomínios da sequenciação, destacando os mecanismo que estão envolvidos no processo de mudança deste item: a metáfora (processo pelo qual se fundamenta numa relação de semelhança subentendida entre sentido próprio e o figurado), metonímia (a parte pelo todo), reanálise (reorganização e mudanças de regras lineares) e analogia (semelhança de particularidades ou funções). Esses conceitos estão empregados na gramaticalização e no processo de mudanças de cada forma gramatical transformada, seja por uma transformação de perspectiva sincrônica ou diacrônica. Os resultados aqui obtidos serão disseminamos em artigos e apresentações orais em eventos.