logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: O comportamento linguístico da comunidade de Entre Rios: identidade, prestígio e estigma linguístico
Autor(es): KELLY PATRÍCIA DE OLIVEIRA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Sociolinguística, Sociolinguística, Identidade
Resumo

A formação da colônia suábia de Entre Rios, a partir de 1951, está ligada ao desfecho da Segunda Guerra Mundial. “Donauschwaben, ou “suábios do Danúbio”, é a expressão por meio de que se identificam os imigrantes oriundos da antiga Iugoslávia, Hungria e Romênia, e seus descendentes, que vivem na colônia, situada no município de Guarapuava, Centro-Sul do Estado do Paraná (STEIN, 2008). Esses imigrantes assumiram sua nova terra, acelerando o desenvolvimento, tornando-se um modelo de trabalho e persistência (ABECK, 1980). Atualmente, verificou-se a presença de pessoas não descendentes na Colônia. Assim, para melhor convívio, os suábios e descendentes tiveram que se adaptar ao uso da Língua Portuguesa. Com essa miscigenação o comportamento linguístico dos indivíduos em relação à identidade linguística e étnica apresentaram atitudes sociolinguísticas diversificadas. Em comunidades bi e multilíngues, a avaliação e os padrões de escolha quanto ao uso das diferentes línguas são assimétricos quanto ao poder, prestígio e vitalidade ou atitudes, e a sua distribuição é determinada de forma hierárquica segundo as suas funções pragmáticas (Scheider, 2007). Os membros dessa comunidade, portanto, avaliam as línguas utilizadas na comunidade com base na relação habitual entre elas e a utilização de seu uso. Nesta pesquisa de caráter e qualitativa, realizou-se estudos teóricos, observações e gravações das entrevistas na comunidade, buscando identificar e descrever essas variáveis que dão prestígio ou estigmatizam a fala da comunidade. As análises dos dados obtidos apresentam uma evidência de como os suábios e os seus descendentes estão reagindo com o aumento da influência do português em sua vida e cultura. No que concerne à consciência identidade étnica e linguística, a comunidade vem apresentando conflito em relação às gerações. Por outro lado, as manifestações das crenças linguísticas mostram conflitos internos e externos. Essa consequência coloca em discussão os prestígios e desprestígio linguísticos, o aumento do preconceito e a identificação em relação à identidade étnica e linguística entre os descendentes. Concluímos que a forte presença do português deixa a Língua Suábia mais reservada, na qual alguns consideram a extinção desta cultura.