logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Cibereducação: uma proposta metodológica para leitura e produção textual na era do Facebook
Autor(es): Regiceli Bento de Almeida Farizato. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave Redes Sociais, Redes Sociais, Escrita
Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar as potencialialidades do uso das redes sociais, especificamente o Facebook, como recurso didático-pedagógico nas aulas de Língua Portuguesa para promoção de habilidades da leitura e da escrita através do acesso e produção de gêneros textuais/digitais que permeiam esse espaço virtual. Para isso, inicialmente realizamos uma investigação sobre tecnologias na educação, tendo por base teóricos e especialistas no assunto – visitamos autores como Rojo (2013), Palfrey & Gasser (2011), Veen; Vrakking (2009), Moran (2013),Lévy, (1994), Soares (2002), Tori (2010), entre outros –, com o objetivo de fazer um levantamento e uma reflexão sobre o uso pedagógico das redes sociais na educação. As atividades serão desenvolvidas com alunos do Ensino Fundamental II, de uma escola estadual no interior do estado de São Paulo, considerando que são internautas ainda em formação escolar e dominam as tecnologias atuais que estão incorporadas no seu cotidiano. Cabe mencionar que várias pesquisas realizadas no campo da educação apontam para as dificuldades relacionadas à deficiência da leitura, da escrita, que abrangem uma parcela significativa destes alunos. No entanto, nunca se leu e se escreveu tanto como em nossos dias graças à repercussão dos espaços digitais, não há mais como negar a necessidade da utilização dos meios tecnológicos no ambiente escolar. Dessa forma, criamos um grupo no Facebook administrado pela professora, ou seja, um espaço destinado aos alunos para compartilharem leitura e escrita de uma maneira segura, efetiva e produtiva durante as aulas de língua portuguesa – proporcionando um aprendizado em rede. Por meio do uso de tecnologia na educaçao, tornamos a rede social Facebook um recurso lúdico-didático que não só contribui na formação desses jovens enquanto cidadão, mas também na construção de novos conhecimentos e consequentemente na ampliação dos horizontes visando a formação de estudantes   multiletrados.