logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Interinfluência e relacionamento do IA e do PB: uma análise a partir de antropônimos de origem (verdadeira ou supostamente) estrangeira
Autor(es): Natalia Zaninetti Macedo. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave antropônimos, antropônimos, adaptações fonológicas
Resumo

Neste trabalho de mestrado, são estudadas adaptações ortográficas e fonético-fonológicas realizadas por falantes de Português Brasileiro (PB) quando estes pronunciam antropônimos, isto é, nomes próprios, de origem verdadeira ou supostamente estrangeira. A coleta do corpus foi realizada a partir de listas de frequência de alunos matriculados em uma escola localizada no Estado de São Paulo, na cidade de São Carlos. A intenção é investigar, a partir dos dados coletados, a força do sistema fonológico da língua de chegada no processo de incorporação de palavras estranhas a esse sistema. Visa-se contribuir na determinação das relações entre mudança linguística e identidade fonológica, a partir da investigação dos limites entre o que é e o que não é considerado "português", do ponto de vista do som, para os seus próprios falantes nativos. Também são analisados, quando existentes, os hipocorísticos correspondentes aos nomes coletados, sendo que os entrevistados responderam às seguintes perguntas: como ele mesmo pronuncia o seu nome; como seus pais e colegas o pronunciam; se seu nome já foi pronunciado de forma diferente; se, para ele, o nome tem caráter estrangeiro ou não; e, por fim, se apresenta hipocorísticos (apelidos) e se identifica com eles. A partir de dados coletados nas entrevistas com seus portadores, analisa-se a pronúncia destes nomes, bem como de seus hipocorísticos, a fim de se estudar as pistas fonológicas trazidas consigo. Pretende-se, essencialmente, analisar os fenômenos fonológicos do Português, no período atual, de acordo com as teorias fonológicas não lineares. Busca-se, com este estudo, descrever a interinfluência e o relacionamento de dois diferentes sistemas linguísticos: o IA (inglês americano) e o PB (português brasileiro) seguindo a proposta de SOUZA (2011). Nenhum dado coletado pode ser desconsiderado nesta pesquisa, uma vez que um mesmo antropônimo pode apresentar, ao mesmo tempo, marcas das duas línguas, seja de natureza fonético-fonológica, seja de natureza ortográfica.