logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: Projeto de ensino de língua portuguesa – da formação docente à sala de aula: a semântica de frames e o perfil do professor de língua portuguesa
Autor(es): Juliana Bitarelli Viana Ponciano. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 24/02/2024
Palavra-chave Semântica de Frames, Semântica de Frames, Professor de Língua Portuguesa
Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar os últimos resultados alcançados pelo macroprojeto “Ensino de Língua Portuguesa – Da Formação Docente à Sala de Aula”, inscrito na linha de Pesquisa Linguística e Ensino de Língua do PPG Linguística/UFJF e no GP FrameNet Brasil. O projeto tem por objetivo geral a investigação das práticas de sucesso e fracasso no ensino de Português na escola básica e na formação docente para essa disciplina. Recortou-se, para a investigação, o perfil dos docentes de Língua Portuguesa, instaurado a partir de relatos discentes acerca das suas vivências mais marcantes nessa disciplina (realizado por Testa: 2013). Para tanto, escolheu-se como cenário investigativo 7 escolas estaduais de Juiz de Fora – MG, totalizando 354 sujeitos de pesquisa, do 9º ano do Ensino Fundamental e 2º ano do Ensino Médio. Os procedimentos analíticos basearam-se no aporte teórico da Linguística Cognitiva (LAKOFF, 1987; LAKOFF e JOHNSON, 1999, 2002; FAUCONNIER e TURNER, 2002; FILLMORE, 1979, 1982; CROFT e CRUSE, 2004), e, em especial, na Semântica de Frames (FILLMORE, 1979, 1982; RUPPENHOFER et al, 2011; SALOMÃO, 1999) e em seu projeto lexicográfico FrameNet (www.framenet.icsi.berkeley.edu). Para uma hermenêutica dos dados, utilizaram-se as contribuições da Sociologia (BAUMAN, 2005, 2007, 2008, 2009, 2013; ALMEIDA et al, 2009), da Filosofia Educacional (FREIRE, 2011), e dos campos da Ética e da educação cidadã (ARAÚJO, 2000, 2008; LA TAILLE, 2008; TOGNETTA , 2008; ABREU, et al, s.d.; COSTA, 2004; RIBAS, s.d; MORAN, 2007; MIRANDA, 2005, 2007, 2009, 2011, 2012). A análise dos dados permitiu observar que os alunos – a partir da categoria analítica central: o frame – traçam duas redes hierárquicas distintas a partir dos macroframes: Avaliação do Comportamento Docente e Sugestão de Comportamento Docente. Cada uma delas apresenta como foco quatro tipos de comportamento docente, quais sejam: Práticas Pedagógicas, Práticas Interacionais, Comprometimento, Práticas Reguladoras e Punitivas. Diante dos resultados alcançados, notou-se que a crise da sala de aula não se cristalizou, na medida em que os discentes desenham como perfil desejado um professor comprometido, competente e, fundamentalmente, inovador de sua prática, o que implica reconhecer que o mesmo ainda tem assegurado um papel simbólico sólido nas comunidades escolares investigadas. O principal conhecimento adquirido pelos bolsistas de Iniciação Científica tem sido o trabalho investigativo em equipe, pois sua atuação se dá em conjunto com mestrandas, doutoranda e orientadora, fazendo com que a sua formação inicial os introduza  no mundo da pesquisa acadêmica. (FAPEMIG -CHE-APQ-01864-12)