logo

Programação do 62º seminário do GEL


62º SEMINáRIO DO GEL - 2014
Título: A produtividade da concepção bakhtiniana de 'esferas ideológicas' para a análise de enunciados da revista Ciência Hoje nas décadas de 1990 e 2000
Autor(es): LUIZ ROSALVO COSTA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 62 , 2014, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2014. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Análise do Discurso, Análise do Discurso, Divulgação Científica
Resumo

O objetivo da comunicação proposta é explorar a produtividade do conceito bakhtiniano de esfera ideológica para a análise do discurso de divulgação científica materializado em enunciados da revista Ciência Hoje nas décadas de 1990 e 2000. Extraída de uma pesquisa de doutorado em fase de finalização, a análise é norteada pelo pressuposto de que alguns dos principais conceitos da teoria da linguagem do Círculo de Bakhtin são atravessados por uma concepção de ideologia cuja síntese pode ser traduzida pela ideia de que o universo ideológico se constitui nos e pelos significados e sentidos materializados em objetos-signo e enunciados concretos construídos sob as coerções e os limites das especificidades e dos gêneros próprios à esfera em que eles se produzem. Nessa perspectiva, cada esfera (ciência, arte, educação etc.) é pensada como uma instância de mediações que regula a produção enunciativa concreta a partir do entrelaçamento das suas especificidades com as determinações da realidade histórico-social. A esfera corresponde, assim, a um campo específico de vontades, forças e influxos que, conjugando-se em um continuum autonomia-heteronomia, representa uma maneira particular pela qual se organiza, no território dos enunciados concretos, o encontro do intuito discursivo dos sujeitos enunciativos com as injunções e os condicionamentos do macrocosmo social. Desse modo, levando em conta algumas especificidades das esferas articuladas pelo discurso de divulgação científica (sobretudo a científica e a midiática), bem como alguns aspectos relativos ao estatuto do conhecimento científico na sociedade atual, a comunicação volta-se para alguns traços pelos quais as determinações da realidade social mais ampla manifestam-se, segundo os procedimentos e processos característicos do discurso de divulgação científica, em aspectos composicionais, temáticos e estilísticos de enunciados da revista Ciência Hoje nas décadas mencionadas. Focalizando em particular enunciados produzidos nos gêneros editorial e sumário, a comunicação tem por objetivo demonstrar que elementos da evolução desses gêneros na história da revista são extremamente reveladores de formas pelos quais alguns eixos definidores dos processos de interação na sociedade contemporânea refletem-se e refratam-se, em articulação com os condicionamentos intrínsecos às esferas envolvidas, na materialidade dos enunciados.