logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A elaboração de mapas conceituais relacionais como metodologia de representação dos processos de terminologização: um estudo da área de Educação do Campo
Autor(es): FERNANDA MELLO DEMAI. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Educao do Campo, Mapa conceitual, Terminologizao
Resumo

Educação do Campo (EC) é o processo direcionado por práticas e por princípios sócio-históricos relacionados ao ensino e à aprendizagem nas zonas rurais, protagonizados por sujeitos políticos inseridos em movimentos sociais em prol dos trabalhadores do campo. O objetivo deste trabalho é demonstrar aspectos da terminologização da EC e a metodologia de apresentação dos termos em estruturas visuais na forma de mapas conceituais. O mapa conceitual, em Terminologia, é o esquema que estabelece e hierarquiza os termos de uma área nas respectivas classes semânticas e constitui-se no primeiro procedimento após a identificação e a segmentação dos termos. A criação de termos nasce da necessidade de "colocação" do conceito técnico-científico em termo, ou seja: a terminologização. Criamos novas expressões para novos conceitos, pois o termo é a matéria pela qual podemos utilizar e comunicar os conceitos. Sem o nível linguístico, não poderíamos nos valer dos conceitos em nossas práticas sociolinguísticas e histórico-culturais. Propomos a metodologia de estruturação de mapas conceituais relacionais para representar a terminologia em estudo. Com a elaboração desse tipo de mapa conceitual, torna-se possível, de forma mais dinâmica, demonstrar a diversidade de relações que se estabelecem entre os conceitos, a despeito de uma estruturação exclusivamente hierárquica, em que a relação de pertença é priorizada. Utilizamos a ferramenta informatizada Cmap Tools – IHMC – Institute for Human and Machine Cognition – Knowledge Modeling.O CmapTools permite a inserção de conceitos em um sistema de programação, o qual representa graficamente os conceitos, de acordo com as relações estabelecidas previamente pelo usuário, na forma de frases de ligação, em linguagem natural, acessível a todos os alfabetizados em língua portuguesa. Para representar uma terminologia e os processos de terminologização, a análise e a representação do patamar conceitual são imprescindíveis, tendo em vista a função semiótica estabelecida entre conteúdo e expressão, entre significado e significante. Na metodologia proposta, foram criadas classes conceituais como categorias agrupadoras de conceitos. Como exemplos, temos as classes conceituais 'Pedagogias do Campo', 'Currículos Escolares e Planos de Ensino do Campo'   que abrangem os conceitos Pedagogia da Alternância, Pedagogia da Cooperação, Pedagogia da Terra, Plano Instrucional, entre outros.