logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Cláusulas apositivas desgarradas: uma viagem no tempo.
Autor(es): KAREN PEREIRA FERNANDES DE SOUZA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 29/02/2024
Palavra-chave oraes relativas apositivas desgarradas, funcionalismo, recortes de jornais
Resumo

Este trabalho tem como objetivo investigar o uso das orações relativas apositivas "desgarradas" em recortes de jornais, de três diferentes gêneros (anúncios, notícias e editorial de jornal) durante os séculos XIX e XX, disponíveis online na página eletrônica do Projeto VARPORT e início do século XXI, com amostras do Projeto PEUL-RJ, também disponíveis online na página eletrônica.

Levando-se em conta algumas gramáticas tradicionais (cf. BECHARA: 2004; CUNHA & CINTRA: 2001 e ROCHA LIMA: 2004), tais orações se configuram como "erro", pois não se encaixam dentro dos rótulos previstos para as orações no âmbito do período composto. Com o intuito de solucionar o "problema", a GT propõe alterações na estrutura construída de forma "errônea". Entretanto, fazer "ajustes" implica em alterar a configuração de uma estrutura legítima e perfeitamente compreendida pela comunidade de fala, por outra.

À luz do Funcionalismo Linguístico (cf. MATTHIESSEN & THOMPSON: 1988 e HOPPER & TRAUGOTT: 1993) e de trabalhos realizados por DECAT (1993, 1999, 2001, 2004, 2008, 2009a, 2009b, 2011, 2014), pode-se afirmar que, na construção de uma unidade informacional, em seu efetivo uso, as orações relativas apositivas desgarradas são oriundas de pressões linguísticas e discursivas. Por esta razão, utiliza-se o programa AntConc para localização e contagem de dados e se faz uma análise qualitativa das ocorrências.

Desta maneira, os objetivos que se pretendem alcançar são: (a) comprovar que já existiam essas orações no PB escrito dos séculos XIX e XX, através de recortes de jornais e se intensificam no século XXI; (b) mostrar a integração sintática-pragmática dessas estruturas devido à função comunicativa de focalização de partes do texto.

Através dos resultados preliminares já obtidos, ainda que os números obtidos estejam muito abaixo do esperado, comprova-se, com os corpora do VARPORT, que as orações relativas apositivas desgarradas eram sim empregadas em formas textuais de importante circulação na capital carioca. Foram encontradas 16 ocorrências de 711 recortes. Também observou-se a sintaxe a serviço da pragmática, por se tratar de uma importante ferramenta de focalização no processo da argumentação.