logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: RETÓRICA E DISCURSO PUBLICITÁRIO DIGITAL: SEMIOSE DA TRILOGIA ÉTHOS, LÓGOS & PÁTHOS
Autor(es): Michel Marcelo de frana. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave Discurso Publicitrio Digital, Retrica, Multimodalidade
Resumo

A presente tese tem por objeto de estudo a construção do discurso publicitário da era digital sob a ótica da Retórica Clássica e da Nova Retórica em sinergia com construtos teóricos da Linguística Aplicada e com a Semiótica peirceana e teoria bakthiniana. Esta investigação tem como corpora exemplares dos portais de notícias online do jornal Estadão, Folha e O Globo, além de páginas de sites correlatos ao assunto investigado. O cenário discursivo analisado são as eleições municipais de 2012 à prefeitura de São Paulo, durante o período do segundo turno disputado entre Fernando Haddad do PT e José Serra do PSDB. Levando em consideração este contexto, o estudo objetivou elucidar as características dos gêneros emergentes do meio digital empregados na construção do discurso publicitário, suas características multimodais, dispositivos semióticos harmonizados e as estratégias argumentativas articuladas em prol da construção do éthos de ambos os candidatos na busca da adesão dos espíritos do eleitorado. Para percorrer este caminho, os saberes clássicos aristotélicos e as reflexões contemporâneas de PERELMAN, PEIRCE e BAKHTIN foram de extrema relevância, resultando na compreensão e interpretação dos fenômenos discursivos contemplados, transcendendo o labor meramente taxonômico rumo à compreensão das experiências colaterais que fundamentam a construção de sentido proveniente das relações dialógicas entre os elementos enunciativos e, por fim, revelando os aspectos ideológicos e sociais contidos na trilogia retórica da atividade discursiva investigada. A metodologia construída ao longo deste trabalho foi desenvolvida a partir de diferentes procedimentos fundamentados no arsenal teórico cortejado e nas necessidades interpretativas iminentes, na medida em que as abduções despontavam, tinha início um processo constante de deduções e induções. Um movimento constante entre os juízos analíticos e o sintético a priori e a posteriori, ou seja, um processo ensaístico em condição evolutiva permanente na busca pelo sentido, ou o que Peirce denominava como retórica ou metodêutica – o estudo da transferência de informação e dos métodos de pesquisa a serviço da busca pela Verdade.