logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O ensino de leitura em inglês no ensino médio: concepções e práticas de duas professoras
Autor(es): Daniel Mateus Oconnell, Dirce Charara Monteiro. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave ensino de leitura, ensino mdio, lngua inglesa
Resumo

Indicadores nacionais (ENEM) e internacionais (PISA) apontam graves problemas no ensino-aprendizagem da leitura em língua materna no país. No caso da língua estrangeira, a situação é ainda mais preocupante, principalmente no Ensino Médio, nível escolar em que se espera preparar o aluno para a inserção no mercado de trabalho, onde o inglês ocupa um lugar cada vez mais importante em nosso país. Tendo em vista os resultados insatisfatórios no ensino de leitura em língua inglesa, bem como a escassez de investigações sobre o ensino da leitura voltadas especificamente para esse nível da Educação Básica, foi proposta uma pesquisa com o objetivo de identificar as concepções teórico-metodológicas de duas professoras de Inglês do Ensino Médio sobre os diferentes modelos de leitura e como elas se fazem presentes em sua prática. Nosso referencial teórico incluiu autores que trataram do processo de formação inicial e continuada de professores de línguas estrangeiras, de modelos de leitura, das abordagens de ensino de línguas estrangeiras bem como da prática pedagógica. Nessa pesquisa qualitativa, de cunho etnográfico, os instrumentos utilizados foram: a) observação de aulas de duas professoras da rede pública de uma cidade do interior paulista, atuando nesse nível de ensino; b) entrevistas semiestruturadas com as professoras para identificar suas concepções sobre ensino de leitura bem como para esclarecer dúvidas sobre aspectos da prática pedagógica observada; c) caderno de campo; d) análise do material didático utilizado. Os principais resultados indicaram: a) insatisfação com a formação inicial de ambas no que se refere à relação entre teoria e prática; b) escassez de oportunidades específicas de formação continuada para os professores de língua inglesa; c) influência de experiências da trajetória de formação pessoal das professoras em algumas práticas observadas; c) capacidade de lidar na prática com situações imprevistas como, por exemplo, o atraso na entrega do material didático; d) apesar de algumas críticas ao material utilizado, os cadernos da nova proposta curricular de línguas estrangeiras modernas do estado de São Paulo voltada para os letramentos múltiplos, a prática das professoras revelou a incorporação de muitas concepções atuais, principalmente o domínio das estratégias de leitura e sua aplicação nas atividades desenvolvidas em sala de aula. Os resultados da pesquisa poderão oferecer indicadores para o oferecimento de ações voltadas para a melhoria do ensino da leitura em inglês como língua estrangeira.