logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Ser X Parecer: a construção do ator "homem do lar" em crônicas de "Borralheiro", de Fabrício Carpinejar
Autor(es): Rassa Medici de Oliveira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave formas de vida, ator homem do lar, crnica literria
Resumo

 Notadamente propagada pela mídia estrangeira, a figura do “homem do lar” também começa a ser veiculada aqui no Brasil, seja na esfera jornalística, na esfera publicitária ou na esfera artístico-literária, ora de maneia tímida e conservadora, ora de maneira mais libertária e ousada. O que se apreende, logo no primeiro exame desses diversos textos, é o embate entre o Ser e o Parecer constitutivos desse sujeito que se apresenta, no nível discursivo, conjugando diversos papéis temáticos, entre eles o de esposo e o de pai. Esse embate entre Ser e Parecer manifesta-se, por meio de uma enunciação muitas vezes irônica, no momento da construção da mobilidade desse ator entre o espaço doméstico e o espaço público, o que nos faz analisar os discursos sobre o “novo homem” – sensível e romântico, delicado e vaidoso, dedicado aos filhos, à esposa e a casa, por vezes “carente” – e os velhos discursos estereotipados acerca do que é “ser homem de verdade” levando em consideração cada um desses espaços. A dualidade entre Ser e Parecer caracterizaria, desse modo, a própria forma de vida do ator, que permearia entre a transformação e a manutenção de um modelo. Nesse sentido, amparados em conceitos-chave da semiótica standard e nos atuais estudos sociossemióticos que investigam as interações sociais e a formação das coletividades humanas (seguindo a proposta de estudo das “formas de vida”), nosso objetivo é analisar crônicas do livro “Borralheiro”, de Fabrício Carpinejar, lançado no ano de 2011. A proposta é parte de um trabalho que busca investigar a construção da forma de vida do ator “homem do lar” em diferentes linguagens e insere-se dentro de um projeto coordenado pela professora Dra. Edna Maria Fernandes dos Santos Nascimento, o qual, dando continuidade à proposição greimasiana de um estudo sobre as formas de vida direcionado ao estudo das culturas, poderá contribuir com a observação, descrição, exame e sistematização das formas de vida do brasileiro.