logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: MULTIMODALIDADE E GÊNEROS MULTIMODAIS EM PROVAS DO ENEM: UM OLHAR PARA AS QUESTÕES DE LEITURA
Autor(es): Rosivaldo Gomes , HELOANE BAIA NOGUEIRA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave MULTIMODALIDADE, LEITURA , GNEROS-ENEM
Resumo

 A partir dos pressupostos da abordagem enunciativa-discursiva Bakhtiniana, nesta comunicação, buscamos apresentar uma análise de questões de Língua Portuguesa presentes nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio- ENEM, realizadas nos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012 e 2013. O objetivo, por meio da análise de algumas questões do Enem, é verificar de que maneira este sistema de avaliação explora a compreensão textual em suas questões de gêneros discursivos multimodais e quais princípios da multimodalidade que constituem esses gêneros são explorados.  Intentamos ainda, descrever quais são as capacidades leituras cobradas/avaliadas nas referidas questões e quais gêneros discursivos multimodais são mais frequentes. Para isso, utilizaremos como referencial as discussões de Bakhtin (2003 [1953/1979]) sobre gêneros do discurso e sobre hibridismo, as relações entre verbo-visual no ato de ler de Brait (2009, 2013) e as discussões de Rojo (2004, 2009) sobre capacidades leitoras e Lemke (2002) sobre semiótica multimodal e multimodalidade.  No cenário brasileiro e internacional, observamos que há uma vasta literatura na área de educação e linguagem que trata sobre capacidades de leitura relacionadas aos textos verbais, mas quando nos referimos a leitura de gêneros multimodais, os trabalhos ainda são parcos ou quando tratam sobre o tema a partir de teorias advindas de generalizações a partir da gramática funcional de Halliday, mas não consideram aspectos enunciativos desses gêneros. O estudo situa-se na perspectiva de estudos da Linguística Aplicada Interdisciplinar, a qual agrega a abordagem qualitativa de natureza interpretativa (MOITA-LOPES, 1996, 2006), sendo uma pesquisa de caráter documental realizada com base nas discussões do Grupo de pesquisa Estudos de gêneros discursivos e práticas sociais de linguagem (UNIFAP/CNPq). Como pressupostos metodológicos, realizamos um levantamento quantitativo que ofereceu subsídios para a análise qualitativa.  Os resultados revelam a incidência representativa de gêneros dos multimodais como charge, tirinha e cartum, todavia ainda é forte o não favorecimento e a não mobilização de capacidades leitoras que considerem aspectos de multimodalidade nesses gêneros.