logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O fenômeno da concordância verbal à luz da sociolinguistica
Autor(es): Renn da Glria Andrade Marques Batista . In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave concordncia verbal, variao, varivel
Resumo

A variação na concordância verbal é perceptível em todas as instâncias da vida social, embora existam padrões de variação aceitáveis, há outros que não são e chegam até ser estigmatizados. Atentos a tal questão que sai do âmbito das realizações linguísticas e atingem questões sociais,  estudamos a variação na concordância verbal em terceira pessoa do plural ou P6, e observamos como os discentes (utentes do português do Brasil) estão realizando a concordância verbal, apresentando níveis diversificados de variação se atentarmos para condicionadores sociais.  Por ser um fenômeno que possui alta valorização, indo do prestígio ao estigma, é um dos assuntos gramaticais mais pontuados nas explicações em sala de aula, bem como recebe grande destaque na prática da escrita-correção de textos. Levando-se em consideração que o conteúdo “concordância verbal” é exaustivamente trabalhado nas classes de ensino fundamental, quais seriam os fatores que corroboram para que determinados discentes assimilem as regras, em detrimento daqueles que não conseguem? Ao realizar esta pesquisa, estamos amparados nos seguintes teóricos: Faraco (2008), Franchi (2006), Hora (2004), Labov (1972), Lucchesi (2004), Neves (2000; 2013), Silva (2003; 2005), Scherre (2005), Vieira (2013), Cunha e Cintra (1985), entre outros. O estudo constitui-se de cinco partes: na primeira parte priorizamos o estudo da língua, norma, gramática e variação; na segunda parte priorizamos a concordância verbal; na terceira parte, a metodologia empregada neste estudo está baseada na Sociolinguística Variacionista com o propósito de analisar o uso da concordância verbal em terceira pessoa do plural nos textos de alunos do 9º ano do Colégio da Polícia Militar – CPM Eraldo Tinoco na cidade de Vitória da Conquista – BA. Os corpora foram constituídos a partir de três atividades de produção textual, sendo a primeira produção a partir do filme “Os dois filhos de Francisco”; a segunda produção através uma charge em linguagem não verbal (imagens) e a terceira produção a partir das imagens do livro “História de Amor”, de Regina Coeli Rennó; na quarta parte analisarmos as variáveis linguísticas e extralinguísticas que possam interferir nas ocorrências referidas a saber: posição do sujeito, diferença entre as formas do singular e do plural, natureza/tipo de verbo e formas de realização do sujeito. Na variável extralinguística consideramos os fatores sexo/gênero, nível de escolaridade da família, condição financeira, acesso às mídias; na quinta parte apresentamos uma proposta de intervenção para elucidar as dificuldades encontradas no emprego da concordância verbal em P6.