logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O ETHOS RETÓRICO NO CONTO
Autor(es): Andreia Carla Melegati rodrigues Alves . In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave RETRICA, ETHOS , CONTO, MACHADO DE ASSIS
Resumo

O estudo da retórica possui, dentro de seu escopo de utilidades, a de colaborar com o processo de interpretação de textos. É na retórica que se dá o encontro dos homens e da linguagem na exposição de suas diferenças e de suas identidades. Portanto, pode-se dizer que a retórica é a negociação da distância entre os homens a propósito de uma questão, de um problema. De acordo com Aristóteles, esse campo de estudos é sustentado por um tripé, constituído por orador/auditório/discurso. O orador é simbolizado pelo ethos (credibilidade de quem fala para ganhar a adesão do auditório), o auditório refere-se ao pathos (jogo com as paixões e emoções dos ouvintes) e o discurso é simbolizado pelo logos (meio para se atingir a persuasão do auditório). Com base no tripé mencionado, o presente trabalho deter-se-á no estudo do ethos retórico, que nada mais é do que a capacidade de pôr termo a uma questão que parece infinita. Para tanto, o orador deve provar que tem um conhecimento sobre o assunto que está abordando. Sempre há alguém que fala/escreve e que se dirige a outrem, buscando convencê-lo, agradá-lo ou colocá-lo à distância. No gênero textual “conto” (que será o nosso objeto de análise), a atenção do leitor/auditório é capturada a partir da identidade que o mesmo cria com a narrativa e com o encadeamento dos fatos, os quais, por sua vez, dão sentido à trama e envolvem o leitor. O presente trabalho terá como corpus o conto de Machado de Assis intitulado “A cartomante”. A escolha desse conto se explica por sua popularidade e pelo fato de o considerarmos uma amostragem suficiente para demonstrar como a imagem do orador se constrói por meio do discurso. Nessas bases, o objetivo do presente trabalho é averiguar a constituição do ethos desse contista/orador e observar as estratégias argumentativas adotadas por ele com vistas à adesão de seu leitor/auditório. Michel Meyer, Dante Tringali, Chaïm Perelman, Lucie Olbrechts-Tyteca e Olivier Reboul são alguns dos autores que servirão de suporte teórico para a análise a ser empreendida. A partir dessa revisão bibliográfica, será realizada uma análise qualitativa e, posteriormente, quantitativa do conto em questão com vistas à apreensão dos ethé evidenciados. Com esta pesquisa, espera-se promover a ampliação da discussão em torno do ethos retórico, sobretudo em sua relação com o corpus selecionado.