logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A ordem de interrogativas encaixados do português europeu
Autor(es): Domitila Maria Danielius de Oliveira David. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave inverso sujeito-verbo, mudana sinttica, oraes interrogativas
Resumo

Entre os séculos XVI e XIX, a língua portuguesa passou por inúmeras mudanças sintáticas, principalmente no que diz respeito à ordem de palavras. Autores como Paixão de Sousa (2004), Galves e Gibrail (2012), Galves e Paixão de Sousa (2012) estudaram as mudanças que ocorreram no português europeu (doravante PE), no que diz respeito à ordem sujeito-verbo nas orações afirmativas. Segundo Paixão de Sousa, que analisou as diversas ocorrências do sujeito nas orações afirmativas não dependentes enclíticas e proclíticas, o sujeito se encontra cada vez mais na posição pré-verbal ao decorrer dos séculos.

Entretanto, diferente das orações afirmativas, o português europeu moderno apresenta restrições em relação à ordem de palavras nas orações interrogativas, como mostra o estudo de Ambar (1992), no qual é possível concluir que a inversão sujeito-verbo é obrigatória nas interrogativas diretas, desde que o elemento qu- não seja acompanhado de um nome foneticamente realizado. Além disso, a ordem SV torna-se possível, e obrigatória, se o elemento “-é que” for introduzida. Já nas orações interrogativas indiretas, a inversão sujeito-verbo passa a ser facultativa (exceto no uso dos pronomes “que” ou de “porque”). O uso de “-é que” também é possível, sendo a agramaticalidade que ocorre com o uso dos pronomes “que” e “porque” resolvida. Ademais, assim como nas orações diretas, os constituintes com nome foneticamente realizado também não exigem a inversão nas orações encaixadas de interrogativas indiretas.

Isso posto, o objetivo geral deste trabalho é descrever o uso de orações interrogativas em textos de autores portugueses nascidos entre os séculos XVI e XIX, no intuito de observar se houve mudanças na ordem sujeito-verbo em interrogativas do PE. Para a realização dessa análise, foram utilizados 16 textos anotados sintaticamente do Corpus Tycho Brahe, disponíveis para fazer buscas automáticas a partir da ferramenta computacional Corpus Search.

A partir de buscas no corpus foi possível observar um aumento de orações interrogativas encaixadas de ordem SV no PE a partir de textos do século XVIII, sendo no século XIX o número de orações interrogativas encaixadas de ordem SV maior que o número de orações interrogativas VS. Assim sendo, podemos concluir a partir desses dados que ao longo dos séculos, a ordem de preferência nas interrogativas encaixadas é a SV, acompanhando a mudança que ocorreu nas orações afirmativas. (APOIO:  FAPESP - Processo 2014/06375)