logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Jogos didáticos: um aliado no ensino de pronúncia da língua inglesa
Autor(es): Ariana Paula de Almeida Silva. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave jogos, prunncia, ldico
Resumo

O jogo é uma atividade lúdica, que desenvolve a atenção, a competitividade o espírito de equipe entre outros aspectos. Segundo Kishimoto (1998), é fundamental o jogo conciliar a função lúdica e a função educativa.Dessa forma, um jogo pode ser um importante aliado no ensino/aprendizado,já que concilia esses dois aspectos.Portanto, quando se trata do ensino de uma língua estrangeira (doravante, L2), um jogo pode funcionar como um importante apoio para o professor.Especificamente na área de pronúncia, os jogos são um recurso bastante eficaz. Segundo os estudos de Cardoso (1999) e Souza et alii (2005), entre as formas de se obter um bom desempenho na aquisição da língua estão os jogos, uma vez que conciliam não só o ensino da L2 mas também leva em conta o desenvolvimento do interesse e damotivação dos alunos.Assim, este projeto tem por objetivo desenvolver jogos que combinem a função educativa, sem deixar de levar em conta a função lúdica,direcionados para alunos de ensino fundamental/médio, assim como do ensino superior, na área de pronúncia.Os jogos buscam desenvolver tanto a proficiência na L2, mas tambémestratégias de aprendizagem constantes no modelo de Oxford (1989), como habilidades ligadas à memória (estratégia mnemônica);habilidades para recorrer ao próprio processo de aprendizagem (estratégia de metacognição) e a habilidade de cooperação com os demais participantes (estratégia de compensação e estratégia social). Alguns modelos de jogos já foram desenvolvidos com base na fundamentação teórica citada e estão no processo de pré-testagem.A princípio os testes foram realizados com os próprios integrantes do projeto de produção de jogos; a seguir, alunos voluntários do curso de graduação em Letras-Ufla também participaram, os quais já apresentavam conhecimentos básicos dos símbolos do Alfabeto Fonético Internacional (AFI). Foram analisadas algumas características dos jogos na pré-testagem, tais como a duração das partidas, o nível de dificuldade ou a adequação à aprendizagem pretendida.A próxima fase da pesquisa envolverá a aplicação dos jogos no contexto da sala de aula.

Palavras-chave: jogos, pronúncia, lúdico, ensino, língua inglesa  

 

CARDOSO, R. C. T. (1999). Jogos jogados em sala de aula: os registros de campo e sua interpretação. Linguagem & ensino, v.2, n.1, p. 37-57.

KISHIMOTO, T.M. O jogo e a Educação Infantil.São Paulo: Pioneira, 1998.

OXFORD, R. L. Language Learning Strategies – what every teacher should know. Massachusets: Heinle e Heinle Publishers, 1989.