logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Os sufixos -s/ção e -mento: análise dos processos morfofonológicos desencadeados na formação de substantivos deverbais no Português Mineiro de Uberaba-MG
Autor(es): Gislene da Silva, Juliana Bertucci Barbosa. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Morfofonologia, Formao de palavras, Sufixao
Resumo

O objetivo principal deste trabalho é apresentar os resultados do levantamento, descrição e análise dos processos morfofonológicos desencadeados quando da formação de substantivos pela sufixação. Para a realização da análise, foi utilizada uma amostra do Português Mineiro coletada em jornais publicados na cidade na primeira metade do século XX (1901-1950). A montagem do corpus foi realizada a partir da seleção e digitalização dos jornais publicados na cidade durante o período escolhido, contribuindo, também, para a preservação de patrimônio histórico, para a organização de um banco de dados com textos do Português Mineiro (PM) e para organização um material que documente períodos da história desta cidade. No Português encontramos alguns processos de formação de palavras, como a derivação e a composição, a derivação pode ser dividida em sufixação - quando temos o acréscimo de um sufixo a uma base - e em prefixação – quando um prefixo é acrescentado a uma base. No nosso caso, interessa-nos a sufixação, utilizando os sufixos -s/ção e -mento. Alguns trabalhos apontam para a maior produtividade do sufixo -s/ção em relação ao sufixo -mento quando da formação de palavras, buscamos também mostrar se há a preferência pela utilização de algum desses sufixos nas palavras encontradas nos jornais selecionados. De acordo com Cagliari (2002) os processos de formação de substantivos deverbais pela adição dos sufixos –s/ção e –mento são morfofonologicamente condicionados, ou seja, quando um morfema (sufixo) é adicionado a outro (base) ocorrem alterações fonológicas, por isso há a necessidade de fazer o estudo baseando-se em regras de formação de palavras e regras fonológicas. Para a reliazação deste trabalho, fizemos uma revisão bibliográfica, para conhecermos os principais trabalhos que abordaram a temática de formação de palavras e a sufixação, em seguida, foi realizada a coleta das amostras de exemplares de jornais, a seleção das ocorrências, a divisão das ocorrências de acordo com o sufixo (-s/ção ou -mento) e com o verbo formador (-ar, er-, -ir). Depois de dividas as ocorrências, fizemos a descrição e a análise dos processos morfofonológicos presentes nas amostras, buscando compreender quais processos foram mais comuns em cada uma das divisões de palavras. Dessa forma, o nosso trabalho busca colaborar para a ampliação do conhecimento sobre a formação de palavras a partir da sufixação e sobre os principais processos morfofonológicos envolvidos nesses casos utilizando uma amostra do Português Mineiro.