logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Hesitações e frase entonacional na aquisição de linguagem
Autor(es): Cristina Gonalves de Melo. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 29/02/2024
Palavra-chave Linguagem infantil, Desenvolvimento infantil, Lingustica
Resumo

A proposta da presente investigação é verificar possíveis relações entre a organização do constituinte prosódico frase entonacional (I) e a presença de hesitações. A escolha por esse constituinte resultou das características presentes em sua constituição. Com efeito, de acordo com Nespor & Vogel (1986), integram-se nessa constituição informações, ao mesmo tempo, fonológicas, sintáticas e semânticas. Em razão dessa complexidade de constituição, nossa hipótese foi a de que ela pode provocar dificuldades em sua produção, possivelmente marcadas por hesitações – sobretudo em seus limites. Vale ressaltar que, no campo da Fonoaudiologia – no qual nos situamos –, raros são os estudos que relacionam hesitações e prosódia na aquisição da linguagem, situação que justifica, assim, a relevância do presente trabalho. O objetivo que norteou seu desenvolvimento foi verificar a distribuição das hesitações nos limites inicial e final da frase entonacional. Foram sujeitos da pesquisa seis crianças com idades entre cinco e seis anos que, em 2011, frequentavam o nível Infantil II de uma Escola Municipal de Educação Infantil de Marília (SP). Tais crianças participaram de uma entrevista na qual falaram sobre temas trabalhados em sete propostas pedagógicas desenvolvidas em sala de aula. Na análise, foram levantados os pontos de hesitações de cada entrevista. Feito esse levantamento, foram verificadas as distribuições dessas marcas em relação ao constituinte frase entonacional. Foram identificadas 733 ocorrências de marcas hesitativas: 648 em início de I; 85 em final de I. As tendências observadas foram interpretadas como reveladoras, na medida em que a presença de mais marcas hesitativas em início de frase entonacional sugere dificuldade de os enunciados serem iniciados, pois indiciariam um tempo de reação à demanda do interlocutor e/ou um tempo para a formulação do enunciado que responderia a essa demanda. A frase entonacional se apresenta, portanto, como um importante indicador de momentos prosódicos que se mostram como mais, ou menos, dominados/fluentes pelas crianças na aquisição da linguagem.

(Apoio: CAPES)