logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Letramentos no trabalho e trabalho com gêneros: mapeando um sistema de gêneros
Autor(es): Natlia Franzoni de Oliveira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave Letramentos, Letramentos no trabalho, Gneros
Resumo

O presente trabalho visa apresentar resultados de um estudo de caso desenvolvido na área de letramentos no trabalho, o qual teve como objetivo geral buscar um aprofundamento quanto ao modo como se organizam os eventos e práticas de letramento existentes em uma imobiliária, ou seja, identificar e descrever as ações dos trabalhadores que estejam perpassadas por práticas de leitura e escrita. Na perspectiva desta pesquisa, “(...) letramento é mais bem compreendido como um conjunto de práticas sociais que podem ser inferidas a partir de eventos mediados por textos escritos” (BARTON & HAMILTON, 2000, p. 8). A análise e a descrição dos eventos de letramento foram realizadas com base nas quatro categorias de Hamilton (2000), quais sejam: participantes - pessoas que interagem com os textos escritos -, ambientes - locais físicos em que a interação acontece -, artefatos - acessórios envolvidos na interação-, e atividades - ações realizadas pelos participantes. Como a terceira categoria de análise, artefatos, considera os textos escritos como um tipo de acessório, focalizou-se, como outro objetivo da pesquisa, a identificação dos gêneros escritos e orais presentes no dia a dia dos funcionários. A partir desse mapeamento, trabalhou-se, com base em Bazerman (2005), na identificação dos conjuntos e sistemas de gêneros presentes no local de pesquisa. De acordo com Bazerman (2005, p. 32), “um conjunto de gêneros é a coleção de tipos de textos que uma pessoa num determinado papel tende a produzir.”, e a importância em verificar os gêneros utilizados por um profissional é justificada pelo autor por possibilitar, em certa medida, o mapeamento de grande parte do trabalho desse profissional. O sistema de gêneros, por sua vez, “(...) compreende os diversos conjuntos de gêneros utilizados por pessoas que trabalham juntas de uma forma organizada, e também as relações padronizadas que se estabelecem na produção, circulação e uso desses documentos.” (BAZERMAN, 2005, p. 32). Apontando o sistema de gêneros deste local, acreditamos poder melhor organizar o sistema de atividades do lugar, ampliando nossa compreensão sobre a relação entre os usos da escrita e a organização desse local de trabalho, além de tornarmos-nos aptos “(...) a focalizar o que as pessoas fazem e como os textos ajudam as pessoas a fazê-lo, em vez de focalizar os textos como fins em si mesmo.” (BAZERMAN, 2005, p. 34).