logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Um estudo de caso das características acústicas do francês como língua de ritmo silábico
Autor(es): ELIANE DE OLIVEIRA GALASTRI. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave Ritmo silbico, Francs, Ritmo da fala
Resumo

Ritmo é a expectativa da repetição. Essa repetição pode ser totalmente regular, acontecendo em intervalos exatamente iguais ou isócronos; ou pode ser muito irregular, ocorrendo em intervalos previsíveis de algum modo, mas não em sequências exatas de intervalos de tempo. O ritmo não é apenas uma medida física, mas implica também um processo cognitivo. Desse modo, a interpretação do ritmo é tipicamente um processo mental, como tudo na linguagem. Na prática, ele é verificável fisicamente por meio da constatação da repetição. Alguns pesquisadores afirmam que as línguas são divididas em dois tipos de ritmo linguístico: acentual e silábico. O primeiro tipo tem como característica principal a isocronia dos pés rítmicos (Inglês), enquanto que o segundo tipo é caracterizado por conter sílabas com durações fixas (Italiano). Em ambos os casos, o ritmo lida com durações semelhantes (pés / sílabas) que se repetem. O ritmo acentual e suas características foram objeto de estudo de muitos pesquisadores, que estudaram quase que exclusivamente a língua inglesa. Porém, o ritmo silábico recebeu pouca atenção. Desse modo, as línguas de ritmo silábico foram descritas como aquelas que possuem todas as sílabas de igual duração, sem que suas características reais fossem levadas em consideração. O presente estudo analisa e interpreta acústica e auditivamente as características prosódicas que constituem o ritmo da língua francesa, que está entre as línguas consideradas de ritmo silábico. Trata-se de um estudo que contribui para uma melhor compreensão das características gerais das línguas de ritmo silábico. A pesquisa utiliza o programa de análise acústica PRAAT. Por meio desse programa são feitas as segmentações temporais necessárias para o estudo do ritmo. Além do tempo, outros parâmetros serão considerados para análise de processos fonológicos relacionados ao ritmo. Por fim, os resultados da pesquisa são comparados com os resultados encontrados na literatura e discutidos, para uma melhor descrição do ritmo do francês e para a caracterização do ritmo silábico. (Apoio: CAPES).