logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Formação do professor como agente de letramento: implicações sobre o processo de elaboração de atividade para produção textual multimodal
Autor(es): Cludia Gomes Silva Guimares. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Agncia e Interao, Formao de Professores, Multimodalidade
Resumo

O objetivo desta comunicação é discutir acerca das potencialidades do processo de agência na formação continuada do professor; e analisar como a interação, enquanto um dos elementos constituintes da agência, pode contribuir para o desenvolvimento de práticas de letramento para leitura e escrita multimodais. Esta pesquisa situa-se no campo da Linguística Aplicada, circunscreve-se na perspectiva sociocultural vygotskyana (VYGOTSKY, 1984; SMAGORINSKY, 2012) e na Pedagogia dos Multiletramentos (THE NEW LONDON GROUP, 1996).  Para tanto, selecionou-se uma atividade aplicada desenvolvida por cinco professoras cursistas durante o Curso de Extensão “Multiletramentos na Escola Pública”, oferecido pelo Instituto de Estudos da Linguagem (Unicamp/Extecamp), que trabalhou questões de caráter teórico-práticas para leitura e produção de textos multi/hipermodais. A proposta de atividade interdisciplinar expõe passos para a elaboração de uma fotonovela com alunos do Ensino Fundamental II. Para tanto, utiliza-se de ferramentas digitais como: i) Google – na seleção de conteúdo da história da fotografia por meio de recursos de busca do Google Search Education; ii) coletânea de imagens para elaboração de uma ‘linha do tempo’ utilizada no cálculo e comparação de escalas e perspectivas; iii) editor de texto para elaboração do roteiro escrito; iii) câmera digital do celular para preparação do figurino e registro das cenas; iv) power  point para edição das fotos (luz, foco, plano, perspectiva, iluminação), sequenciação da história e inserção de balões de diálogo; v) movie  maker para apresentação de vídeo com uma música de fundo. O procedimento analítico visa a observar o processo de elaboração dessa atividade aplicada utilizando-se da perspectiva da Aprendizagem pelo Desing (KALANTZIS; COPE, 2011) vinculada à ideia de agência. Esta, por estar caracterizada por elementos orientadores como: iteração, avaliação prática e projeção (EMIRBAYER; MISCHE, 1998), foi associada às categorias propostas pelo NLG (1996) em termos de referência ao passado (available design) remetendo à ação de iteração; ao presente (designing) ligada à avaliação prática e ao futuro (redesigned) para visualizar projeções. Com este estudo, ressalta-se a importância de entender como professores lidam com as novas tecnologias em suas atividades didático-pedagógicas, aliando conteúdos escolares a ferramentas digitais. E, por conseguinte, a relevância de um trabalho de formação continuada com enfoque no desenvolvimento dos letramentos digitais, recorrendo a designers de sentido que podem ser ressignificados em contextos da sala de aula e contemplar algumas mudanças sociais do mundo contemporâneo.