logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: “Durante X tempo”: uma primeira análise semântica
Autor(es): Joo Francisco Bergamini-Perez. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 29/02/2024
Palavra-chave Adjuntos temporais, Acionalidade, Eventos
Resumo

O estudo semântico dos fenômenos tempo-aspectuais, no qual se incluem a referência temporal, o aspecto e a acionalidade, é uma das áreas mais importantes da chamada “semântica de eventos”.

Os adjuntos temporais, como, por exemplo, ‘por X tempo’ e ‘em X tempo’ são duas das mais importantes ferramentas utilizadas para efetuarmos distinções acionais e aspectuais. Contudo, há diversos adjuntos temporais para além desses dois, cuja investigação semântica ainda é bastante incipiente.

Sendo assim, o objetivo principal deste trabalho é a investigação semântico-pragmática do adjunto “durante X tempo”, comparando-o com os adjuntos ‘por X tempo’ e ‘em X tempo’, com o intuito de fornecer sua descrição nos termos da semântica formal das línguas naturais.

Para isso, utilizaremos um quadro de possíveis sentenças do Português Brasileiro, considerando em especial predicados verbais que veiculam ou denotam eventos classificados segundo as diferentes classes acionais, bem como os aspectos perfectivo e imperfectivo nas possíveis referências temporais.

Consideremos, por exemplo, o predicado “correr até a loja”, que relaciona traços télicos e durativos positivos, ou seja, o evento em questão terá um telos (“um fim”) e também uma duração; nas sentenças:

1. João estava correndo até a loja em 10 minutos.

2. João estava correndo até a loja por 10 minutos.

3. João estava correndo até a loja durante 10 minutos.

Na sentença 1, temos o predicado relacionado com o adjunto “em X tempo”, nesse caso temos uma interpretação de algo habitual ou genérico. Diferentemente, na sentença 2 temos uma interpretação de um ponto de focalização, no qual outro evento é iniciado, por exemplo, “João estava correndo até a loja por 10 minutos quando o alarme da loja disparou.”, o adjunto “por X tempo" faz com que ocorra uma modificação no evento, sendo que este agora é um ponto de focalização para o início do evento vinculado ao predicado “disparar o alarme”. Na sentença 3, o adjunto “durante X tempo” trabalha de maneira igual ao adjunto “por X tempo”, introduzindo um ponto de focalização para o início de outro evento.

Como conclusão, podemos dizer que, numa primeira análise, “durante X tempo” tem um comportamento semelhante a “por X tempo”. Contudo, mostraremos também que há diferenças entre esses adjuntos que apresentaremos ao final deste trabalho e que exploraremos em análises futuras.

(Apoio: FAPESP - Processo 2014/10894-1)