logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: UMA REPRESENTAÇÃO VERBO-VISUAL DA MÍDIA IMPRESSA NA VISÃO BAKHTINIANA
Autor(es): Vania Maria Medeiros de Fazio Aguiar. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Relaes dialgicas, Carnavalizao, Linguagem verbo-visual
Resumo

A familiaridade com os acontecimentos do mundo e os possíveis reflexos consequentes na vida humana, refratados nos enunciados midiáticos, pode ser considerada como um elemento definitivo no aprimoramento do indivíduo como ser participativo do desenvolvimento social. A falta de conhecimento das estratégias de manipulação que a imagem visual utiliza para seus objetivos pode impedir o enunciatário de participar da troca de informações e, consequentemente, permanecer alienado diante das informações sugeridas pela mensagem icônica. Assim, a análise de gêneros da mídia impressa, especificamente capa de revista, pode ser considerada como um ponto de referência concreto, sendo possível observar as posições valorativas de seus interlocutores, possibilitando um exame atento das posturas ideológicas de determinado campo de ação em certo momento histórico. A fim de cumprir a proposta de análise da linguagem verbo-visual, foi selecionada a capa da revista Veja, de 08 de janeiro de 2003, na qual retrata a celebração do povo nas ruas por ocasião da eleição de Luiz Inácio da Silva em seu primeiro mandato como Presidente da República do Brasil. Para tal estudo aplicaram-se os principais conceitos que abrangem o estudo dos gêneros discursivos na visão de Mikhail Bakhtin e o Círculo como enunciado concreto, tema, estilo e carnavalização, possibilitando estabelecer relações dialógicas e observar a dimensão ideológica presente no enunciado por meio da materialidade linguística/verbo-visual. De acordo com a teoria dialógica da linguagem, é necessário entrar no mundo em que as ideias foram construídas, observando o contexto, as características sociais e históricas do ponto de vista semântico e da avaliação social. Também foram utilizadas, pela necessidade analítica, concepções teóricas relacionadas à análise da linguagem verbo-visual baseada em Dondis (2007). A aplicação dos conhecimentos da linguagem visual para a realização da análise do enunciado permitiu relacionar a imagem da capa da revista ao contexto que a envolve tornando sua compreensão mais favorável, cuja interação vai depender da posição axiológica ocupada pelo enunciatário. Espera-se que este trabalho venha a acrescentar nos estudos sobre a Linguagem.