logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Discursos de Professores de LP em Formação
Autor(es): Fernanda Dias de Los Rios Mendona. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Formao Docente, Ensino de Lngua Portuguesa, Anlise Dialgica do Discurso
Resumo

Este trabalho apresenta-se como recorte de pesquisa de doutorado que consistiu na análise de relatórios de estágio supervisionado produzidos por licenciandos em Letras Português/Inglês da Universidade Federal do Amazonas – UFAM/IEAA, como requisito parcial para a aprovação na disciplina de Estágio Supervisionado I, etapa de observação. A pesquisa, ancorada nos pressupostos teórico-epistemológicos e metodológicos do Círculo de Bakhtin e da Análise Dialógica do Discurso subsidiada nos mesmos pressupostos, teve como objetivo apreender como o ensino de Língua Portuguesa aparece discursivizado por professores em processo de formação inicial. Os dados centrais da pesquisa compõem-se de enunciados retirados de trinta e três (33) relatórios de estágio supervisionado, produzidos no período compreendido entre o segundo semestre de 2011 e o primeiro semestre de 2013. Para subsidiar a análise desses dados centrais, foram também considerados os seguintes documentos institucionais: Plano Pedagógico do Curso de Letras, o Projeto Pedagógico do Curso, o Guia do Aluno e o Catálogo dos Cursos de Graduação: Licenciaturas. Os enunciados destacaram-se por apresentar uma estruturação discursiva marcada pela dicotomia PCNs versus Ensino Tradicional e por movimentos dialógicos de aproximação em relação ao primeiro e de distanciamento em relação ao segundo, marcando os acentos de valor atribuídos às orientações provenientes dessas duas perspectivas de ensino. No que tange às discursivizações sobre o professor de Língua Portuguesa, os enunciados focalizaram a valoração da formação superior, a interação e a mediação docente no processo de ensino e aprendizagem da língua e o perfil valorado. De modo geral, essas discursivizações apontaram para duas questões: (1) que o ensino de Língua Portuguesa na educação básica de escolas públicas do Município de Humaitá (AM) encontra-se, ainda, muito distante das propostas veiculadas nos documentos oficiais voltados ao ensino dessa disciplina na educação básica, e (2) que o ensino de Língua Portuguesa subsidiado pela perspectiva sociointeracionista e veiculado pelas diretrizes paramétricas está em processo de assimilação apenas por parte desses licenciandos, indicando que a formação docente desses sujeitos, no âmbito do Curso de Letras do IEAA, apresenta-se, desta forma, muito superficial no que se refere aos aportes teórico-epistemológicos e ideológicos, indicando a necessidade de reflexões que se orientem no sentido de promover uma formação docente mais consistente.

(Apoio FAPEAM - Fundação de Amparo à  Pesquisa do Estado do Amazonas; Processo 11944.279.19541.26102012)